Astral Série - 0103 - Suicidas por Marcelo Prizmic - Versão HTML

ATENÇÃO: Esta é apenas uma visualização em HTML e alguns elementos como links e números de página podem estar incorretos.
Faça o download do livro em PDF, ePub para obter uma versão completa.

Todos os direitos reservados

2

SUICIDAS Marcelo Prizmic Dedicatória

A todos meus amigos e familiares que,

vencidos pela minha insistência, foram obrigados

a ajudar e me aturar durante o processo de

amadurecimento desta obra, meus sinceros

agradecimentos.

Faço questão de criar esta dedicatória

especial, pois tenho consciência do quanto difícil

me torno quando escrevo, perturbando a todos

que me cercam com perguntas loucas, exigindo

opiniões precisas de algo que só eu consigo

imaginar

e,

claro,

ocasionando

desentendimentos. E o pior: só aceitando críticas

que me interessam.

Por ser grande a lista, friso apenas o nome

de uma pessoa que sem dúvida foi a que mais

sofreu: minha esposa, Denise Regina Brugnol e.

3

SUICIDAS Marcelo Prizmic Considerações Iniciais

Apesar do conhecimento público e

indiscutível da existência dos fenômenos tratados

nesta obra, hoje estudados amplamente pela

ciência moderna e por diversos segmentos

religiosos e, além de fazer várias menções

médicas referente a quadros clínicos mentais,

deixo claro que não tive em nenhum momento a

intenção de transmitir ao leitor ensinamentos

científicos ou religiosos. O livro apresentado não

é nenhum “guia fenomênico”. Utilizo a essência e

tomo a liberdade de modificá-la ao meu bel-prazer

atendendo aos interesses da narrativa.

Em “Suicidas”, a fantasia e a realidade se

misturam, fatos verídicos e delírios pessoais

compõem o quadro criado no intuito único de

entreter.

Deixo ao leitor a tarefa de separá-los.

O autor

Itápolis, 01 de Março de 2010

4

SUICIDAS Marcelo Prizmic Explicações necessárias

O presente romance não contém um

narrador propriamente dito. O desenrolar dos

fatos são contados pelos próprios personagens.

Portanto, com exceção de Thomas, todo o

restante da obra foi redigido na primeira pessoa.

Esta técnica tem por finalidade intensificar a

experiência emocional do leitor, ou seja, permite

transmitir na plenitude as emoções vivenciadas

por cada personagem e, obviamente, o leitor

recebe e sente com a mesma intensidade o que

se passa, além de uma fácil visualização do perfil

psicológico de cada integrante.

Cabe ao leitor ao iniciar a leitura de um novo

bloco de texto, observar o nome existente no

canto superior esquerdo, pois este será o

narrador do momento.

5

SUICIDAS Marcelo Prizmic

Índice

Mirela...........................................................................7

No País das Maravilhas..............................................15

Acidente.....................................................................21

Perispírito...................................................................35

Vale dos Suicidas.......................................................41

Família.......................................................................52

Walter.........................................................................65

Ritual..........................................................................72

Recomeço...................................................................77

6

SUICIDAS Marcelo Prizmic Mirela