Espectral: sentido e comunicação digital por Marco Toledo de Assis Bastos - Versão HTML

ATENÇÃO: Esta é apenas uma visualização em HTML e alguns elementos como links e números de página podem estar incorretos.
Faça o download do livro em PDF, ePub, Kindle para obter uma versão completa.

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

ESCOLA DE COMUNICAÇÕES E ARTES

ESPECTRAL

sentido e comunicação digital

Marco Toledo de Assis Bastos

São Paulo

2010

index-2_1.png

index-2_2.png

index-2_3.png

index-2_4.jpg

index-2_5.png

index-2_6.png

index-2_7.png

index-2_8.png

index-2_9.png

index-2_10.png

index-2_11.png

index-2_12.png

index-2_13.png

Marco Toledo de Assis Bastos

ESPECTRAL

sentido e comunicação digital

Tese de doutoramento sob orientação do Prof.

Dr. Ciro Marcondes Filho apresentada como

requisito parcial para obtenção do título de

doutor pelo programa de pós-graduação em

Ciência da Comunicação da Escola de

Comunicações e Artes da Universidade de São

Paulo.

São Paulo 2010

Bastos, Marco Toledo de Assis

Espectral: sentido e comunicação digital / Marco Toledo de Assis

Bastos. — São Paulo: M. T. A. Bastos, 2010.

264 f.

Tese (Doutorado) — Departamento de Jornalismo e Editoração /

Escola de Comunicações e Artes/USP, 05/03/2010.

Orientador: Prof. Dr. Ciro Juvenal Rodrigues Marcondes Filho.

Bibliografia

1. Internet 2. Sentido 3. Teoria da Comunicação 4. Niklas

Luhmann. 5. Gilles Deleuze. 6. Friedrich Kittler. II. Título.

CDD 21.ed. - 302

BASTOS, M. T. A. Espectral: Sentido e Comunicação Digital. Tese apresentada à Escola de

Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo para obtenção do título de Doutor em

Ciências da Comunicação.

Aprovado em: ________________________________

Banca Examinadora

Prof. Dr. Ciro Marcondes Filho

Instituição: Universidade de São Paulo

Julgamento: __________________

Assinatura: __________________

Prof. Dr. Sérgio Bairon Blanco Sant’Ana

Instituição: Universidade de São Paulo

Julgamento: __________________

Assinatura: __________________

Prof. Dr. Cremilda Medina Instituição: Universidade de São Paulo

Julgamento: __________________

Assinatura: __________________

Prof. Dr. Erick Felinto de Oliveira

Instituição: Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Julgamento: __________________

Assinatura: __________________

Prof. Dr. Gabriel Cohn Instituição: Universidade de São Paulo

Julgamento: __________________

Assinatura: __________________

AGRADECIMENTOS

Agradeço aos núcleos de pesquisa dos quais fiz parte ao longo dessa jornada,

fundamentais na discussão e evolução da pesquisa realizada.

 FiloCom — Núcleo de Estudos Filosóficos da Comunicação, sediado na Escola de

Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP) - Brasil;

 FAMe — Rede de Pesquisadores de Antropologia dos Media , sediado na Johann

Wolfgang Goethe - Universidade de Frankfurt am Main (FAMe-Uni Frankfurt) -

Alemanha;

 RC51 — Comitê de Pesquisa de Sócio-Cibernética, vinculado à Associação Internacional

de Sociologia (RC51-ISA) - Itália;

 GICSS — Núcleo de pesquisadores em Comunicação, Sentido e Sociedade, sediado no

Centro de Investigações Interdisciplinares em Ciências Humanas da Universidade

Nacional Autônoma do México (GICSS-UNAM) - México;

 GT 06 — Grupo de Trabalho Epistemologia e Comunicação da Associação Nacional dos

Programas de Pós-Graduação em Comunicação (GT06-COMPÓS) - Brasil.

Agradeço às instituições de fomento à pesquisa que financiaram ou ofereceram

financiamento para este trabalho:

 FAPESP — Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

 CAPES — Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

 ALβAN — Programa de bolsas de estudo de nível superior destinado à América Latina

 DAAD — Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico

Agradeço aos meus familiares e amigos próximos pela compreensão e carinho durante os

quatro anos desta pesquisa. Meus especiais agradecimentos aos meus orientadores Ciro

Marcondes Filho, da Universidade de São Paulo, e Manfred Faβler, da Universidade de Frankfurt.

Ciro Marcondes Filho não apenas orientou este trabalho como também é responsável direto pela

discussão que segue.

Agradeço aos amigos e colegas que contribuíram decisivamente à redação final desta tese.

Especialmente aos amigos dos núcleos supracitados e aos Professores Doutores Marcos

Fernando Lopes, Irene de Araújo Machado, Sérgio Bairon Blanco Sant’Ana, Cremilda Celeste de

Araújo Medina, Gabriel Cohn e Erick Felinto de Oliveira.

Por fim, agradeço à Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)

e à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), responsáveis pela

maior parte do financiamento deste trabalho no Brasil (FAPESP) e na Alemanha (CAPES).

RESUMO

BASTOS, M. T. A. Espectral: Sentido e Comunicação Digital. 2010.

254 f. Tese (Doutorado) — Escola de Comunicações e Artes,

Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010.

Esta tese se divide em duas partes. Na primeira parte serão expostas as

escolas e teorias mais importantes para o conceito de sentido. Na

segunda parte será exposto o conceito de sentido espectral. A primeira

seção é monográfica e trata de investigar o conceito de sentido em

quatro diferentes campos das ciências humanas: a lógica, a linguagem, a

fenomenologia e a teoria dos sistemas. A segunda traz a proposição

teórica do conceito de sentido espectral e o discute em função de

diagramas de comunicação e sentido. Com isso, a discussão da primeira

parte deste trabalho deverá introduzir as dimensões do conceito de

sentido que, por sua vez, serão relacionados com certo padrão de difusão

e consumo da informação. Essa relação entre os modos de produção das

matrizes de media e um determinado conceito de sentido é explorada ao

longo de todo o trabalho. Espectral, com isso, é uma metáfora para a

particular produção de sentido do ambiente digital. Esse campo do

sentido eletrônico será descrito e delineado em contraposição às

metáforas não-espaciais de difusão do ciberespaço, que sugerem um

campo aberto de aceleração e expansão não comensurável. Desse modo,

o conceito de sentido espectral apresentará dois blocos de elementos

complementares cuja finalidade é vincular as metáforas não-espaciais,

exteriores e difusas do ciberespaço, com uma descrição dos mecanismos

interiores desse sentido digital. Esses mecanismos serão descritos —

teórica e graficamente — por meio de cinco componentes: serialização,

aglutinação, seleção, nódulos e disrupção. Essas operações, por sua vez,

percorrem uma superfície cujos movimentos são simultaneamente

concêntricos e arborescentes. A descrição desse movimento será feita

por meio de três circuitos: círculos interiores, círculos exteriores e

círculos crescentes. A superfície, por sua vez, será descrita com o

conceito de anéis de cebola. A vinculação entre as camadas concêntricas

e a superfície do ciberespaço conforma o próprio conceito de sentido

espectral.

PALAVRAS-CHAVE

Espectral; Sentido; Comunicação; Informação; Significação; Giles

Deleuze; Niklas Luhmann, Maurice Merleau-Ponty; Friedrich Kittler.

ABSTRACT

BASTOS, M. T. A. Spectral: Meaning and Digital Communication.

2010. 254 f. Tese (Doutorado) — Escola de Comunicações e Artes,

Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010.

This thesis is divided in two parts. The first part discusses the most

influential schools and theories regarding the concept of meaning. The

second part presents the concept of spectral meaning. This first section

is monographic and consists in an investigation into the concept of

meaning w ithin four different fields of human sciences: logics, language,

phenomenology and social systems theory. The second section presents

the theoretical thesis concerning the concept of spectral meaning and

discusses it in the light of communication and meaning diagrams.

Therefore, the first part of this w ork introduces the varied

understandings of the concept of meaning w hich, in a second phase, w il

be related to specific patterns of information and communication. This

relationship betw een modes of production across different media

matrices and a given concept of meaning is continual y explored

throughout the thesis. Spectral is, therefore, a metaphor for the specific

production of sense in the digital environment. This field of electronic

meaning w il be described and portrayed in opposition to the non-spatial

metaphors of diffusion that haunt the cyberspace, regularly depicting it

as an open and incommensurable field of acceleration and expansion.

Accordingly, the concept of spectral meaning w il present tw o sets of

paired elements in order to connect the non-spatial, diffusive and

exterior metaphors of the cyberspace w ith a representation of the

electronic meaning and its internal mechanisms. These mechanisms w il

be described — theoretical y and graphical y — along five main

components: serialization, netclustering, gatekeeping, nodes and

breakthrough. These operations, on the other hand, go through a surface

w hose activity is both concentric and arborescent. The description of

this movement w il be target along three cycles: inner circles, outer

circles and grow ing circles. The surface itself, conversely, w il be

described w ith the concept of onion rings. The connection betw een the

concentric layers and the cyberspace surface comprehends the concept

of spectral meaning itself.

KEYWORDS

Spectral; Meaning; Communication; Information; Sense; Gilles Deleuze;

Niklas Luhmann, Maurice Merleau-Ponty; Friedrich Kittler.

ESPECTRAL

sentido e comunicação digital

As imagens, diagramas e tabelas, assim como as traduções

apresentadas nesta tese, à exceção de indicação em contrário,

são de autoria do pesquisador. Eventuais incorreções ou

omissões recaem sobre sua responsabilidade.

A reprodução, divulgação, apresentação e distribuição total

ou parcial deste trabalho estão livremente autorizadas para

fins não comerciais, desde que sejam respeitadas as citações

da fonte e do autor.

Marco Toledo Bastos

SUMÁRIO