Infinitivamente pessoal: a autoficção de Caio Fernando Abreu, 'O biógrafo da emoção'

Infinitivamente pessoal: a autoficção de Caio Fernando Abreu, 'O biógrafo da emoção'
Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas / Teoria Literária e Literatura Comparada Universidade de São Paulo "Este trabalho tem como objetivo estudar a escrita autoficcional de Caio Fernando Abreu (1948-1996) segundo as concepções, respectivamente, dos teóricos franceses Serge Doubrovsky e Vincent Colonna, destacando-a e diferenciando-a de uma escrita pretensamente autobiográfica, segundo a concepção do também francês Philippe Lejeune. [...] Procura-se, assim...
Esta é apenas uma pré-visualização em PDF das primeiras páginas do Infinitivamente pessoal: a autoficção de Caio Fernando Abreu, 'O biógrafo da emoção'. Baixe a versão completa para ler o livro completo.
Nota: Você deve ter o Adobe Reader ou o Acrobat Installed para ver esta visualização
Você não tem o Adobe Reader instalado. Para ver esse arquivo, baixe Adobe Reader em <a href="http://get.adobe.com/reader/" target="_blank">aquí</a>. Ou, se quiser baixar o PDF para seu computador, clique <a href="https://portugues.free-ebooks.net/ebook/Infinitivamente-pessoal-a-autoficcao-de-Caio-Fernando-Abreu-O-biografo-da-emocao/pdf">aqui</a>.