Instantâneos Poéticos por Ricardo Manuel Ferreira de Almeida - Versão HTML

ATENÇÃO: Esta é apenas uma visualização em HTML e alguns elementos como links e números de página podem estar incorretos.
Faça o download do livro em PDF, ePub, Kindle para obter uma versão completa.
index-1_1.jpg

index-2_1.jpg

Instantâneos

Poéticos

Poesia Colectiva 2010.ESPRODOURO

1 | P á g i n a

index-3_1.jpg

INTRODUÇÃO

Para os que produziram este trabalho, aí vão duas palavras apenas, não ao jeito de introdução mas de comentário: A primeira palavra, assenta num ditado popular que embora muito antigo, continua actual e que diz que “de poetas e de loucos todos nós temos um pouco”. Pois eu acho que este ditado se aplica perfeitamente a esta obra, e chamo-lhe obra porque ela é efectivamente uma grande obra, pois não é fácil iniciar a actividade de escritor, e este é um arrojo, com risco e que nem todos estão dispostos a correr. Por isso meus caros, vós fostes heróis e por isso PARABÉNS. Espero e desejo que este seja o princípio de uma longa caminhada como criadores de mensagens, que deixam sempre algo de nós a quem as lê.

Uma segunda palavra, deixo-a a crédito de quem teve a iniciativa e Vos incentivou, pois este trabalho revela capacidade criativa, iniciativa e estratégia pedagógica. Sim, disse estratégia, porque para se ser formador não é transmitir apenas mensagens livrescas, é antes incentivar, é incutir esperança, é dar iniciativa e é sobretudo fazê-los acreditar nas suas capacidades e potencialidades.

Por tudo isso, meus caros amigos, felicito-vos a todos e espero que este seja um primeiro de muitos outros trabalhos.

Um abraço amigo

João Almeida – Director da Esprodouro 2 | P á g i n a

index-4_1.jpg

Aquele que ler este livro, não encontrará nas suas páginas grandes talentos nem uma obra literária de desmedida craveira intelectual e renomado prestígio. Irá sim descobrir o trabalho de um conjunto de alunos do curso de Animador Sociocultural que se reuniram com um propósito: conseguir que os seus colegas e alunos da Esprodouro, Escola Profissional de São João da Pesqueira, ganhassem hábitos de leitura. Isso começou por motivar a escrita, pois continuam convencidos que este representa um passo de enorme eficácia para a realização do seu objectivo. Como tal, e a partir de uma técnica de motivação (desenhar um objecto de sua eleição e falar sobre as inúmeras possibilidades da sua mensagem, ideia ou sentimento que desperta), foram reunidos um conjunto de poemas que agora vos oferecem. Esta é a primeira fase, pois a segunda, continuando a procura do objectivo inicial, prevê a criação de um concurso escolar que envolva a escola toda e se produza mais um livro.

Até lá!

3 | P á g i n a

index-5_1.jpg

Tânia Manuela, Vila Nova de Foz-Côa

A PORTA

A porta é uma coisa que utilizamos para entrar e sair para muita outra coisa como por exemplo o amor.

O amor tem uma porta onde só entra a felicidade, alegria, ternura, sinceridade, confiança.

A saída é para a mágoa, ódio, traição, medo, desconfiança, sofrimento.

Se o amor não entrar pela porta e o ódio não sair, a porta deve estar fechada à chave para toda a vida.

4 | P á g i n a

index-6_1.jpg

Edvaldo Cardoso, Cabo Verde

DIA DOS NAMORADOS

Pessoas apaixonadas

Namorados enamorados

Quanto mais apaixonados

Melhor é o relacionamento.

Ao longo da paixão somos

Guiados pelas loucuras do amor

Fazemos coisas sem pensar, mas com amor Coisas que nunca imaginamos ter feito…

No dia de São Valentim, casais felizes Época de despesas uns no shopping Outros em lojas chinesas, fazem compras E sempre fazem as mesmas compras

Bombons, rosas e quadras.

5 | P á g i n a

index-7_1.jpg

Fernando Rodrigues, Moimenta da Beira A ARTE

A arte consiste na imaginação.

Quando se tem imaginação, criam-se imagens.

Essas imagens transmitidas são obras de arte.

6 | P á g i n a

index-8_1.jpg

Vanessa Martins, São João da Pesqueira MEDITAÇÃO

Ao longo do tempo apareceram várias pessoas na minha vida, mas foste tu quem me tocou como uma flor que nos desperta várias sensações.

Não sei se é paixão que ao longo do tempo fica cá dentro e muda a nossa vida,

mas por vezes o amor faz-nos fazer coisas que nunca imaginamos.

A vontade que tenho neste momento é fugir contigo para um mundo diferente

e dizer a toda a gente que te amo

e que a minha vida sem ti não faz sentido.

Entraste no meu coração e não saíste mais.

Amo-te.

7 | P á g i n a

index-9_1.jpg

ANÓNIMO

A amizade é o melhor sentimento do mundo. Sentimos que nos momentos maus temos sempre alguém para nos apoiar, dar carinho, nos compreender. Quem tem amigos é feliz, pois sabe que pode contar sempre com eles.

8 | P á g i n a

index-10_1.jpg

Cátia Anjos, Freixo de Numão

SENTIMENTOS

O amor é um sentimento que ao longo do tempo se vai construindo, um sentimento ao qual não podemos escapar, uma chama acesa capaz de suportar vários obstáculos saindo sempre imune.

O amor não é apenas o amor dos casais, mas também o amor pelas pessoas.

Não sabemos de quem gostar e por vezes temos pena de não nos sabermos controlar.

A amizade constrói-se colocando a diferença ao meio.

Os amigos são aqueles que choram connosco, partilham segredos, risos, alegrias, os amigos fiéis.

9 | P á g i n a

index-11_1.jpg

Tânia Amável, São João da Pesqueira

A CARTEIRA

A carteira serve para pôr documentos

e dinheiro

e coisas pessoais (fotos de amigos,

o passe,

o cartão

da

escola.)

É a

carteira.

10 | P á g i n a

index-12_1.jpg

Sandra Pinto, Mêda

O ARMÁRIO

Num armário podemos sempre arrumar materiais mas também roupa se for

um armário de quarto. No armário guardam-se também as mágoas. Quando guardar as minhas, jamais o abrirei, para nunca me lembrar delas.

11 | P á g i n a

index-13_1.jpg

Andreia Carvalho, Cabo Verde

O LÁPIS

Este lápis serve para escrever desenhar fazer um resumo

este material escolar básico que usamos desde o início da nossa aprendizagem.

Eu gosto muito de escrever

de ler livros, mas sempre de lápis na mão: este objecto é como se fosse uma chave que nos abre todas as portas.

Aconselho o uso do lápis.

12 | P á g i n a

index-14_1.jpg

Fábio Brites, Sarzedinho

O BENFICA

Sou do Benfica.

Sem

o

Benfica

eu

morria.

13 | P á g i n a

index-15_1.jpg

Joana Amaral, Penedono

A JANELA

Nem uma brisa de vento ali circulava, mas o som era projectado nota a nota pela janela. Parecia desvanecer, tão longe dali ia morrer. Avistava-se o mundo daquela antiga janela, por ela passaram grandes nomes, tantas revelações. Se ela falasse e pudesse transmitir tudo o que por ela passou…

mas nem as suas cortinas transparentes revelam os acontecimentos.

Mesmo assim, a harpa ainda solta notas como alguém que quer gritar e não pode. Diz a lenda que quando o pequeno Duarte voltar, a janela vai-se fechar.

14 | P á g i n a

index-16_1.jpg

António Almeida, nasceu em Soutelo do Douro O GUARDA-CHUVA

Eu contigo vou para todo o lado. Contigo, quando chove, abro-te para não me molhar

porque se me molhar

fico todo molhado.

És o amigo que me abriga quando chove.

Na montanha faço de ti pára-quedas,

na varanda faço de ti pára-quedas

para fugir da varanda da minha vizinha.

Meu lindo guarda-chuva…quando te comprei eras belo…mas o vento veio com tanta força que te esfarrapou e eu fiquei triste e chorei.

Já não me serves mais.

15 | P á g i n a

index-17_1.jpg

Darlene Monteiro, Cabo Verde

LEMBRANÇAS

Plantei em mim lembranças tuas

e rego-as diariamente com lágrimas de saudades para que a tua imagem

subsista sempre

dentro de mim.

16 | P á g i n a

index-18_1.jpg

Anónimo

Este coração está partido e chora de sofrimento, angustia, dor e tristeza.

Não sabe que fazer para o evitar, deitar tudo para trás e continuar a viver.

Às vezes triste, outra contente. Às vezes sem vontade de bater e parar para sempre para acabar com o sofrimento, mas falta-lhe coragem. Faz-se forte para continuar a viver.

17 | P á g i n a

index-19_1.jpg

Carla Rodrigues, São João da Pesqueira A MÚSICA

A música está em nós, homens.

Onde ela está, está a alegria ou a tristeza se sofremos algum desgosto de amor ou algum mal na nossa vida.

Mas a música alegra-nos e motiva-nos

faz-nos mexer por dentro e por fora.

É isto a música!

18 | P á g i n a

index-20_1.jpg

Cláudia Espírito Santo, Pinhão

O MEU TELEMÓVEL

Super fixe quando faz vrrum vrrum

adoro ouvi-lo tocar

sinal que alguém se lembrou de mim.

Ele até tirava fotografias mas

num dia de festa

tirei uma foto ao António e a câmara

rebentou. A melhor parte é quando a fome começa a apertar e ele, como é muito inteligente, até dá conta da minha fome e encomenda uma malguinha de tripas.

Quando preciso mandar sms

agarro nele e ele lê o meu pensamento e envia-as sozinho.

Ele é único no mundo, exclusivo.

Comunico com os meus sócios em Marte, dispenso cabines telefónicas.

O pior é que os negócios faliram e não paguei a conta da luz a bateria acabou

e lá se foram as tripas ao ar…

19 | P á g i n a

index-21_1.jpg

Você pode estar interessado...

  • Poesia
    Poesia Poesia por Florbela Espanca
    Poesia
    Poesia

    Downloads:
    23

    Publicado:
    Feb 2021

    Poesia de Florbela Espanca

    Formatos: PDF, Epub, Kindle

  • Obra Completa de Fernando Pessoa - Oito volumes
    Obra Completa de Fernando Pessoa - Oito volumes Poesia por Fernando Pessoa
    Obra Completa de Fernando Pessoa - Oito volumes
    Obra Completa de Fernando Pessoa - Oito volumes

    Downloads:
    36

    Publicado:
    Jan 2021

    Obra Completa de Fernando Pessoa I: Poesia de Fernando Pessoa. Inclui "Mensagem", "Cancioneiro", a poesia inédita e mais (Edição Definitiva)

    Formatos: PDF, Epub, Kindle

  • TODOS OS POEMAS SÃO DE AMOR
    TODOS OS POEMAS SÃO DE AMOR Poesia por riley_de_oliveira@yahoo.com.br
    TODOS OS POEMAS SÃO DE AMOR
    TODOS OS POEMAS SÃO DE AMOR

    Downloads:
    26

    Publicado:
    Aug 2020

    Em TODOS OS POEMAS SÃO DE AMOR, o autor demonstra que as coisas mais simples da vida e a consciência da mortalidade são as maiores dádivas da vida. São os mom...

    Formatos: PDF, Epub, Kindle