Interação com a pesca: implicações na conservação da toninha, Pontoporia blainvillei (Cetacea... por Carolina Pacheco Bertozzi - Versão HTML

ATENÇÃO: Esta é apenas uma visualização em HTML e alguns elementos como links e números de página podem estar incorretos.
Faça o download do livro em PDF, ePub para obter uma versão completa.

LISTA DE TABELAS

Capítulo I

Tabela I-1

Descrição das redes de espera e arrastão de praia da frota

pesqueira artesanal da Praia Grande, SP.

27

Tabela I-2

Número de barcos operando redes de emalhe por

município e númerode localidades visitadas no litoral de São

Paulo.

36

Tabela I-3

Descrição da frota de emalhe de Ubatuba por comunidade

pesqueira.

38

Tabela I-4

Descrição da frota de emalhe de Caraguatatuba por

comunidade pesqueira.

39

Tabela I-5

Descrição da frota de emalhe de São Sebastião por

comunidade pesqueira.

40

Tabela I-6

Descrição da frota de emalhe de Ilhabela por comunidade

pesqueira.

41

Tabela I-7

Descrição da frota de emalhe de Bertioga por comunidade

pesqueira.

41

Tabela I-8

Descrição da frota de emalhe do Guarujá e Vicente de Carvalho

por comunidade pesqueira.

43

Tabela I-9

Descrição da frota de emalhe do Santos por comunidade

pesqueira.

43

Tabela I-10

Descrição da frota de emalhe de São Vicente por comunidade

pesqueira.

44

Tabela I-11

Descrição da frota de emalhe da Praia Grande por comunidade

pesqueira.

44

Tabela I-12

Descrição da frota de emalhe de Mongaguá por comunidade

pesqueira.

45

Tabela I-13

Descrição da frota de emalhe de Itanhaém por comunidade

pesqueira.

45

Tabela I-14

Descrição da frota de emalhe de Peruíbe por comunidade

pesqueira.

46

Tabela I-15

Descrição da frota de emalhe de Iguape por comunidade

pesqueira.

46

Tabela I-16

Descrição da frota de emalhe de Ilha Comprida por comunidade

pesqueira.

47

Tabela I-17

Descrição da frota de emalhe de Cananéia por comunidade

pesqueira.

47

Tabela I-18

Descrição das redes de emalhe utilizadas pela frota pesqueira

de emalhe do estado de São Paulo.

48

Tabela I-19

Localização das comunidades de pesca monitoradas no Estado

de São Paulo.

49

Tabela I-20

Número médio de barcos monitorados, esforço monitorado,

número médio total de barcos e esforço total para as

comunidades pesqueiras monitoradas nos municípios de

Ubatuba, Praia Grande, Mongaguá e Itanhaém.

50

Tabela I-21

Número de capturas acidentais de toninhas e Captura por

Unidade de Esforço de Pesca mensal e total para as

comunidades pesqueiras monitoradas nos municípios de Praia

Grande e Mongaguá, SP.

54

Tabela I-22

Esforço de pesca, capturas e CPUE para as comunidades

monitoradas de Ubatuba, Praia Grande, Mongaguá e Itanhaém.

55

Capítulo II

Tabela II-1

Valores de comprimento total médio, desvio padrão e número

de exemplares de machos e fêmeas por idade de Pontoporia

blainvillei acidentalmente capturadas no litoral de São Paulo.

81

Tabela II-2

Valores dos parâmetros da curva de crescimento (L

∞, k e t0) para

fêmeas e machos de toninhas acidentalmente capturados no

Estado de São Paulo.

81

Capítulo III

Tabela III-1

Variáveis macroscópicas testiculares: comprimento médio,

largura média e peso médio dos testículos esquerdo e direito de

Pontoporia blainvillei acidentalmente capturados no litoral do

Estado de São Paulo.

112

Tabela III-2

Relação entre as variáveis testiculares: comprimento testicular

médio (CTM), diâmetro testicular médio (DTM) e peso testicular

combinado (PTC) com o comprimento total de machos de

Pontoporia blainvillei acidentalmente capturados no litoral de

São Paulo (n=36).

113

Tabela III-3

Valores médios, desvio padrão, intervalo de confiança e

amplitude das variáveis macroscópicas dos testículos de

Pontoporia blainvillei acidentalmente capturados no litoral de

São Paulo: peso testicular médio (PTM), comprimento testicular

médio (CTM), diâmetro testicular médio (DTM), peso testicular

combinado (PTC) e índice de maturidade testicular (IMT).

114

Tabela III-4

Valores médios, desvio padrão e amplitude do diâmetro dos

túbulos seminíferos de machos imaturos, púberes e maduros

de Pontoporia blainvillei acidentalmente capturados no litoral do

Estado de São Paulo.

120

Tabela III-5

Variáveis macroscópicas dos ovários: comprimento, largura e

peso médio dos ovários esquerdo e direito de Pontoporia

blainvillei acidentalmente capturadas no litoral do Estado de

São Paulo.

131

Tabela III-6

Relação entre as variáveis do ovário: comprimento ovariano

médio (COM), diâmetro ovariano médio (DOM) e peso ovariano

combinado (POC) com o comprimento total de fêmeas de

Pontoporia blainvillei acidentalmente capturados no litoral de

São Paulo (n=29).

133

Tabela III-7

Valores médios, desvio padrão, intervalo de confiança e

amplitude das variáveis macroscópicas dos ovários de

Pontoporia blainvillei acidentalmente capturados no litoral de

São Paulo: peso ovariano médio (POM), comprimento ovariano

médio (COM), diâmetro ovariano médio (DOM), peso ovariano

combinado (POC) e índice de maturidade ovariano (IMO).

134

Tabela III-8

Valores médios, amplitude e desvio padrão dos comprimentos

totais (cm) dos machos e fêmeas classificados

microscopicamente como imaturos, púberes e maduros de

Pontoporia blainvillei acidentalmente capturados no litoral do

Estado de São Paulo.

144

Tabela III-9

Valores das variáveis reprodutivas para machos e fêmeas ou

para sexos agrupados, disponíveis para Pontoporia blainvilei.

158