Jesus o Leão de Judá por Roberto P de Mello - Versão HTML

ATENÇÃO: Esta é apenas uma visualização em HTML e alguns elementos como links e números de página podem estar incorretos.
Faça o download do livro em PDF, ePub, Kindle para obter uma versão completa.

o

Leão de Judá

(Revisado em 2011)

index-2_1.jpg

2

Figura do “Leão de Judá” contido num tapete que recebi de presente.

Feito por judeus etíopes, negros, sobre os quais eu andava curioso.

(Os fatos e pessoas envolvidas em todas as narrativas deste

livro são reais, qualquer semelhança com a ficção

é mera coincidência.)

3

INTRODUÇÃO

Esta não é a primeira vez que escrevi este livro ou partes dele. Já o escrevi todi-

nho, pelo menos uma vez, e terminei não gostando da forma como o escrevi, destruindo-o! É

que pretendo enaltecer o Nome do Senhor Jesus e não o do “Grupo Leão de Judá” ou o meu.

Mas como falar das maravilhas que Jesus fez em nosso meio, sem aparecer o

nome dos agraciados ou, se aparecer, não aparecendo como se eles fossem algo mais que agra-

ciados?! Alguém que recebeu, sem merecer, uma bênção?!

Outro problemazinho incomodante é que, cada vez que temos de dar um teste-

munho de Jesus, ficamos quase na obrigação de dar o anti-testemunho do Diabo. Cada vez que

vencemos alguma batalha, claro, vencemo-la contra o Diabo e suas hostes demoníacas, e somos

forçados a falar do tremendo poder com que ele nos amarrava ou iludia, antes do Senhor nos dar

as vitórias!

Daí, vocês poderem perceber minhas dificuldades.

Mas, sejamos sensatos, não poderei falar das vitórias do Senhor a não ser contra

as forças do mal e nenhum leitor iria gostar de saber apenas que o Senhor vitoriou aqui e ali,

sem saber como a vitória foi alcançada. Seria como se assistir apenas ao final de um filme ou

como se ler apenas a última página de um romance policial.

Além do mais, nossa missão (entre outras coisas) é a de ensinar aos escolhidos

do Senhor a arte da guerra espiritual, de como manejarem bem a Palavra da Verdade, para saí-

rem ilesos dos combates com o maligno.

Portanto, não há como fugir em lhes mostrar cruamente, como o Demônio é es-

perto e tem seus poderes, muito além da imaginação dos humanos. Aliás, é com esses poderes

que vem iludindo os humanos desde Adão! E o mais espantoso de tudo - pois o Diabo é tão sem

criação! - repetindo sempre os mesmos truques!...

Agora mesmo, posso dar ao leitor uma demonstração do possível poder do Ini-

migo em sua vida. Se, ao ler essa introdução até aqui, você achou infantil, tola, atrasada, a mi-

nha declaração a respeito do poder do satanás, cuidado, você já está enredado por ele! O que ele

mais deseja na vida, exatamente, é parecer não existir, para fazer o que faz, livremente. Se já

conseguiu isso com você, cuide-se!

Jesus avisou: “O ladrão vem somente para roubar, matar e destruir; eu vim

para que tenham vida e a tenham em abundância” (João 10.10).

Você conhece algum ladrão que marque a hora da visita, ou tenha o prazer em

mostrar a face? Eu não conheço!

Pronto, eis outro maravilhoso meio de testar com quem você anda! Para saber,

com certeza, se anda acompanhado por Deus ou pelo Diabo, é bem fácil! Basta conferir sua vida

com aquela que Jesus disse que teria quem andasse com Ele. Isto é, se sua vida não parece ser

uma vida com abundância, plena, cheia de paz, de alegria, saúde, tranqüilidade, bens, esperança,

força, coragem, idéias criadoras, harmonia familiar, social, etc. Com toda a certeza você não an-

da com Jesus; a não ser que queira chamá-Lo de mentiroso!

Mas Jesus nunca foi mentiroso, o Diabo é quem é o Pai da Mentira. Foi e conti-

nua sendo isso, desde o tempo de Adão.

Adão; será que esse tolo acredita na lenda da Adão?! - perguntou-se você. Eu

lhe aviso: certamente, você não anda com Jesus, e a Paz que procura deve estar bem longe de

você, porque Ele (que é o Príncipe da Paz) é quem nos ensina sobre Adão, no Seu Livro: a Bí-

blia!

4

Você pode ser muito religioso, ter inúmeras concepções a respeito de Deus, de

como servi-lo, mas, andar servindo diretamente aos demônios, com sua religiosidade. Se não a-

creditar na Bíblia, não a estudar com respeito e amor, certamente irá servir ao Diabo.

Não importa que nade em dinheiro, tenha cursado as melhores escolas do mun-

do, feito os melhores cursos de filosofias, ciências ou teologias. Cuidado!

Alguns irmãos já reclamaram que dou muito cartaz ao Diabo, até o leitor já po-

de estar pensando isso. Sinto muito, sei do que falo. E não posso ocultar o perigo de se andar no

caminho dele.

Jesus disse: “Eu sou O Caminho, A Verdade e A Vida, ninguém v-e-m ao Pai

senão por mim” (João 14.6). Notem que grifei o verbo da frase, ele mostra que quem quiser

chegar a Deus terá de ir por Jesus ou. não o conseguirá. Há muitos caminhos, mas, só UM leva a

Deus: JESUS; os outros só levam à perdição e à morte!

Afinal, estou me distanciando do que interessa nessa introdução, explicar o que,

de fato, é o “Grupo Leão de Judá”, como ele apareceu e o que tem com o Senhor Jesus. Bom, is-

so irá ficando claro, na medida em que vocês, amados leitores, forem lendo os testemunhos e

aprendizados que o Senhor nos deu, por meio desse grupo de oração.

Peço-lhes perdão, pelos fatos aqui expostos não seguirem uma ordem cronoló-

gica, afinal, depois de doze anos sem anotações de cada um deles, só me resta pescar na memó-

ria, aqui e ali, os fatos mais incríveis e maravilhosos acontecidos entre nós, que o próprio Se-

nhor for me lembrando, junto com seus contextos; de onde qualquer pessoa poderá tirar precio-

sas lições de vida, isso, garanto.

Para se situarem, aproximadamente, no tempo, mencionarei se estava no come-

ço ou, mais menos quantos anos tinha no Caminho, em cada narrativa.

Mas, se me perguntarem quem forma o “Grupo Leão de Judá”, quantos são os

seus membros não saberei responder. Milhares de pessoas já se encontraram com Jesus por

meio dele, foram salvas, curadas, libertas, receberam o Poder do Alto e partiram. Umas, seguin-

do seus próprios caminhos, outras, seguindo as orientações do Senhor. Por isso não poderei citar

mais nenhum nome.

Há um permanente rodízio entre os membros deste Grupo, pelo que apenas lhes

poderia citar os nomes dos participantes das últimas reuniões, dentre os quais, o que mais inte-

ressa mesmo é o do Senhor Jesus; pois, sem Ele, não ficaria nada, a não ser o imenso vazio reli-

gioso, que engolfa o mundo com suas fauces.

Finalmente, o último capítulo desse livro é uma preciosidade, pois, ensina a

qualquer pessoa a fazer uma reunião tendo Jesus, pessoalmente, na direção da mesma! O mes-

mo Jesus de ontem, capaz de: salvar, curar, multiplicar pães e peixes, ressuscitar mortos, etc. Só este capítulo já será uma bênção, para qualquer leitor, evangélico ou não!