Labareda, teu nome é mulher: análise etnopsicológica do feminino à luz de pombagiras

Labareda, teu nome é mulher: análise etnopsicológica do feminino à luz de pombagiras
Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto / Psicologia Universidade de São Paulo "Na história das mulheres do ocidente, os corpos femininos, regidos e interpelados por normas que regulavam, sobretudo, sua sexualidade, foram compreendidos em pares de oposição: as mães e as prostitutas, as santas e as satanizadas. A umbanda, religião afro-brasileira detentora da capacidade de acolher os discursos e práticas da sociedade brasileira, incluiu essa dualidade em sua...
Esta é apenas uma pré-visualização em PDF das primeiras páginas do Labareda, teu nome é mulher: análise etnopsicológica do feminino à luz de pombagiras. Baixe a versão completa para ler o livro completo.
Nota: Você deve ter o Adobe Reader ou o Acrobat Installed para ver esta visualização
Você não tem o Adobe Reader instalado. Para ver esse arquivo, baixe Adobe Reader em <a href="http://get.adobe.com/reader/" target="_blank">aquí</a>. Ou, se quiser baixar o PDF para seu computador, clique <a href="https://portugues.free-ebooks.net/ebook/Labareda-teu-nome-e-mulher-analise-etnopsicologica-do-feminino-a-luz-de-pombagiras/pdf">aqui</a>.