Manual Twitter por Vários - Versão HTML

ATENÇÃO: Esta é apenas uma visualização em HTML e alguns elementos como links e números de página podem estar incorretos.
Faça o download do livro em PDF, ePub, Kindle para obter uma versão completa.

index-1_1.jpg

1

index-2_1.jpg

index-2_2.jpg

index-2_3.jpg

index-2_4.jpg

index-2_5.jpg

index-2_6.jpg

COMMON DEED

Atribuição-Uso não-comercial-compatilhamento pela mesma licença 2.5 Brasil

Você pode:

• copiar, distribuir, exibir e executar a obra

• criar obras derivadas

Sob as seguintes condições:

Atribuição: você deve dar crédito ao autor original, da forma especificada pelo autor ou licenciante.

Uso não-comercial: você não pode utilizar esta obra com finalidades comerciais.

Compartilhamento pela mesma licença: se você alterar, transformar, ou criar outra obra com base

nesta, somente poderá distribuir a obra resultante sob uma licença idêntica a esta.

• Para cada novo uso ou distribuição, você deve deixar claro para outros os termos da licença desta obra.

• Qualquer uma destas condições podem ser renunciadas, desde que você obtenha permissão do autor.

Qualquer direito de uso legítimo (ou “fair use”) concedido por lei, ou qualquer outro direito protegido pela legislação local, não são, em hipótese, alguma afetados pelo disposto acima.

2

index-3_1.jpg

index-3_2.jpg

ÍNDICE

Licença, Índice, Epígrafe, Agradecimentos, Prefácio.....p.2-7

Intro 1: Como explicar o que é o Twitter.........................p.8

Intro 2: Tem que ler o livro todo?..........................................p.10

PARTE 1 - TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER

PARTE 2 - NEGÓCIOS, JORNALISMO E POLÍTICA

1. Por acaso você está falando sozinho?............................p.12

16. Twitter para negócios I.........................................................p.43

2. O que são seguidores e seguidos....................................p.14

17. Twitter para negócios II........................................................p.45

3. Como encontrar pessoas I..................................................p.16

18. Efeitos colaterais......................................................................p.47

4. Como encontrar pessoas II.................................................p.18

19. Impacto do Twitter nos negócios I................................p.49

5. Convenções para conversar e interagir........................p.20

20. Impacto do Twitter nos negócios II...............................p.51

6. Como ter uma conversa privada.....................................p.22

21. Casos internacionais de uso corporativo..................p.53

7. Sobre o que falar?.....................................................................p.24

22. Casos de uso corporativo no Brasil.............................p.55

8. O que cabe em 140 caracteres?......................................p.26

23. Twitter e jornalismo I.............................................................p.57

9. O que é “retuitar” e para que serve..............................p.28

24. Twitter e jornalismo II............................................................p.59

10. Para quem quer ficar famoso..........................................p.30

25. Twitter para jornalistas I.......................................................p.61

11. Não precisa ficar acessando o site...............................p.32

26. Twitter para jornalistas II......................................................p.63

12. Mobilidade, a última fronteira..........................................p.34

27. Twitter e campanhas políticas I........................................p.65

13. Atualização por SMS.............................................................p.36

28. Twitter e participação política..........................................p.67

14. Alguns serviços complementares..................................p.38

29. Recomendações para candidatos..................................p.69

15. Distração e perda de tempo...........................................p.40

30. Mais recomendações para candidatos........................p.71

3

index-4_1.jpg

index-4_2.jpg

ÍNDICE

PARTE 3 - USO AVANÇADO DO TWITTER

ANEXO - LISTAS DE APOIO

31. O futuro do Twitter I..........................................................p.74

Usuários recomendados I........................................................p.104

32. O futuro do Twitter II.........................................................p.76

Usuários recomendados II.......................................................p.105

33. O futuro do Twitter III........................................................p.78

Usuários recomendados falantes de inglês I.................p.106

34. O legado do Twitter............................................................p.80

Usuários recomendados falantes de inglês II................p.107

35. Oportunidade para desenvolvedores......................p.82

36. Análise de personalidades e tendências..................p.84

37. Twitter em números............................................................p.86

Como participar............................................................................p.108

38. Número de brasileiros que usam o serviço..........p.88

Sobre a Casa do Zezinho........................................................p.109

39. Perfil do usuário brasileiro...............................................p.90

Sobre a Talk e o autor do livro.............................................p.110

40. Interesses privadores e terrorismo............................p.92

41. Twitter e preconceito social............................................p.94

42. Como mudou sua forma de usar a internet I......p.97

43. Como mudou sua forma de usar a internet II.....p.98

44. Como o Twitter se integra à rotina I.........................p.99

45. Como o Twitter se integra à rotina II........................p.100

46. O que faz um bom tuiteiro.............................................p.101

4

index-5_1.jpg

index-5_2.jpg

“oh this is going to be addictive”

- Primeira mensagem publicada no Twitter por Dom Sagolla, integrante da equipe que lançou o serviço.

“Uma coisa que você pode dizer com certeza sobre o Twitter

é que ele causa uma péssima primeira impressão.”

- Frase de abertura do artigo sobre o Twitter que foi capa da revista Time em 05/06/09.

“Existem 4 bilhões de usuários de celulares no mundo

levando consigo equipamentos prontos para usar o Twitter.”

- Biz Stone, co-fundador do Twitter, em entrevista ao site inglês guardian.co.uk, referindo-se ao fato de o serviço permitir que pessoas publiquem e recebam atualizações via mensagens de texto (SMS).

5

index-6_1.jpg

index-6_2.jpg

AGRADECIMENTOS

Este livro foi concebido, gestado e produzido dentro da @lets_talk.

Os tuiteiros* @ferla, @moriael e @bilaamorim abraçaram a idéia de fazer um guia “pra valer” com o propósito de ser distribuído gratuitamente pela Rede. @marcelotas abriu espaço em sua agenda para conceber a idéia e orquestrar a produção de um prefácio-móbile com múltiplas perspectivas sobre o

Twitter, bem no espírito da internet.

No lugar do suporte técnico de uma editora, colaboração. @pedroaborges desenhou a capa mais bonita

para um e-livro que eu já vi até hoje, @brnrd definiu os parâmetros para a diagramação e @malloryker

ajudou a definir aspectos gráficos. @fabianamotroni e @geisiana revisaram o texto, apontando pequenos erros que do contrário teriam permanecido.

@danielsouza, @penas, @bhayashi, @carlosdand, @liliansta, @fabianamotroni, @rocyrillo e @anabrambilla

leram os originais e generosamente indicaram possibilidades de aprimoramento.

@falapalermo, @layloca, @mcottoni, @rafaelziggy, @retirante, @nataliakeri, @amf, @cunhafernanda,

@thaispontes, @rogeriopa, @rodseflu, @romulocorrea, @sorayacoelho, @mariacarol, @marcusroc,

@danielmacedo e @_lupa são companheiros neste grande tanque de areia que é a internet.

@jasper

* Uma parte dos usuários brasileiros do serviço opta por aportuguesar apenas parcialmente as palavras derivadas do nome Twitter. Eles escrevem, por exemplo, “twittar”, “twittosfera”, etc. A nossa opção para este guia foi grafar a palavra como ela é pronunciada em português. Assim, usamos “tuitar”, “tuitosfera”, etc.

6

index-7_1.jpg

index-7_2.jpg

TWITTER PELO TWITTER - UM PREFÁCIO COLETIVO*

O twitter é uma maquininha de cutucar corações e mentes na velocidade da luz. Em 140 toques ou menos, a imaginação é o limite. @marcelotas

1. O Twitter é para o mundo o que a praça é para uma cidadezinha. @_Jeyson

2.É um radar captando o que milhões de pessoas estão pensando/fazendo naquele momento. @pedrodoria

3. É um confessionário em praça pública. @ocriador

4. É a melhor forma de liberdade de expressão. Você fala, quem quer ouvir escuta e compartilha. Quem não quer não ouve e não censura. @NeiFernandes

5. Compartilhamento de informação de forma exponencial. @fuentes_be

6. O Twitter é como pátio de hospício, cada um falando "sozinho", eventualmente alguém responde. @saintbr

7. O Twitter transforma famoso em amador e amador em famoso. @paulobeneton

8. É o fruto do amor proibido entre o scrap do Orkut e o MSN. @crisdias

9. Não consegui explicar até hoje para o meu chefe. @joycemescolotte

10.Não sei direito o que é, mas tenho a impressão que estou ficando pra trás... preciso ler logo esse livro!

Fabiano Borsa, São Paulo, SP | 30 anos | Empresário

* Marcelo Tas lançou a primeira definição, convidou seus seguidores a fazerem o mesmo pelo Twitter e no Blog do Tas

(www.blogdotas.com.br), depois escolheu dez mensagens para compor este prefácio. Ele doou integralmente o cachê por sua participação para a Casa do Zezinho, uma instituição sem fins lucrativos que atende hoje 1200 crianças e jovens de baixa renda na cidade de São Paulo.

7

index-8_1.jpg

index-8_2.jpg

INTRO I: COMO EXPLICAR O QUE É O TWITTER

Você já tentou explicar o que é o Twitter para alguém com noções básicas de uso da Web? Você pode, por aproximação, dizer que é uma mistura de blog e MSN ou pode ser específico e falar que é uma ferramenta para micro-blogagem baseada em uma estrutura assimétrica de contatos, no compartilhamento de links e na possibilidade de busca em tempo real, mas dificilmente isso convencerá o seu interlocutor a usar o serviço.

É complicado explicar o Twitter porque não existem exemplos de serviços online parecidos que tenham

sido adotados massivamente, mas... e fora da internet?

Bares, padarias, botecos e cafés são lugares onde pessoas se encontram para trocar informação, opinar sobre as notícias do dia, pedir ajuda, dar risada, criar vínculos, cultivar relacionamentos, falar entre si ou apenas acompanhar as conversas dos outros. Ter essas oportunidades de sociabilização é ao mesmo tempo

prazeroso e útil, relaxante e necessário para uma espécie que há milênios sobrevive coletivamente.

O Twitter é como o seu bar favorito funcionando dia e noite: a hora que você aparecer encontrará alguns frequentadores habituais e mais outras pessoas relacionadas a eles. Você poderá ficar para um dedo de prosa durante um intervalo no trabalho ou passar horas interagindo e trocando idéias.

Este manual parte dessa metáfora para mostrar o funcionamento do Twitter e como ele pode ser usado

para beneficiar pessoas e organizações.

Seja bem-vindo!

8

index-9_1.jpg

index-9_2.jpg

index-9_3.png

index-9_4.jpg

index-9_5.jpg

index-9_6.png

Apesar de só ter sido

lançado em 2006, o conceito

do Twitter já vinha sendo

pensado desde 2000 pelo

programador Jack Dorsey. Ao

lado, uma página de rascunho

do projeto de Dorsey.

A imagem à direita é da

primeira versão do Twitter

quando o serviço foi lançado

em 2006. A história do

produto está registrada neste

post de Dom Sagolla e nesta

entrevista com Jack Dorsey.

Aqui, a primeira mensagem.

9

index-10_1.jpg

index-10_2.jpg

INTRO II: TEM QUE LER O LIVRO TODO?

Não, mas você pode ajudar a atualizá-lo.

O livro está dividido em três blocos. Para quem quer aprender a usar o Twitter como “pessoa física”, a primeira parte resolve. Em seguida, vem um grupo de textos sobre a utilização nas áreas de negócios, jornalismo e política. A parte final explora alguns temas de interesse do usuário avançado como os planos do Twitter para o futuro, dados estatísticos e aplicação do serviço para o monitoramento de tendências.

Você pode ler o guia na ordem proposta ou borboletear seguindo a sua curiosidade. Ao longo do texto, você encontrará links para informações complementares na Web.

Os (muitos) leitores com déficit de atenção e hiperatividade podem ir “direto ao ponto” em dois passos.

Depois de se registrar no serviço, 1) encontre pessoas legais (cap. 3 e 4) para você seguir, umas 20 já serve para começar a saborear o Twitter e 2) ao invés de ficar acessando uma página na Web para ver a

atualização das mensagens de quem você segue, escolha e instale um dos programas (cap. 11) que

funcionam paralelamente ao navegador e reúnem esse conteúdo automaticamente.

Um dos motivos do sucesso do Twitter é atribuído ao fato dele ser um serviço incompleto, sem finalidade definida e que, portanto, ainda está sendo diariamente inventado, do ponto de vista técnico e também em termos de aplicação. Justamente por isso um guia como este estará desatualizado a partir do momento em que ele parar de ser escrito. A melhor forma de resolver isso é incorporar o espírito da ferramenta lançando junto com o livro, um repositório de conteúdo em português sobre o serviço chamado Twitcetera.

10

index-11_1.jpg

index-11_2.jpg

PARTE 1

TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER

11

index-12_1.jpg

index-12_2.jpg

I. POR ACASO VOCÊ ESTÁ FALANDO SOZINHO?

De tanto ouvir falar em Twitter, você acabou cedendo à curiosidade e abriu uma conta. Agora está na frente do computador se perguntando sobre o que escrever. Existe um milhão de assuntos na sua cabeça, mas o que pode interessar a outras pessoas? E como resumir isso a meros 140 caracteres?

Se este é o seu problema, respire, você está indo rápido demais.

A melhor metáfora para representar o Twitter fora da internet é uma mesa de bar e neste momento você está preocupado com o que vai dizer mesmo estando sentado sozinho. Primeiro você precisa encontrar

pessoas!

Bares são lugares para se criar e cultivar relacionamentos. Amigos apresentam amigos a amigos e novas amizades se formam. Bares também são lugares para conversa. Às vezes você vai só para escutar, ou pode estar animado e falar pelos cotovelos.

Você pode ir a um bar e ficar só com aquelas pessoas mais queridas e conversar sobre assuntos pessoais, pode ir disposto a conhecer gente nova e falar sobre qualquer coisa ou até ficar no seu canto observando.

Às vezes acontece de você ir a um bar e encontrar uma celebridade. Às vezes, inclusive, ela está sentada na mesma mesa que você. Se você entrar no assunto, até rola uma conversa, mas também pode ser legal ficar escutando.

No Twitter é a mesma coisa =)

12

index-13_1.jpg

index-13_2.jpg

index-13_3.jpg

Em abril de 2009, a apresentadora de TV americana Oprah Winfrey fez sua

estréia no Twitter. Uma das personalidades mais influentes do país, sua entrada

no serviço foi considerado um marco na trajetória de popularização do site.

13

index-14_1.jpg

index-14_2.jpg

2. O QUE SÃO SEGUIDORES E SEGUIDOS

Antes de continuarmos explorando a metáfora do bar, é importante esclarecer um ponto central em

relação ao funcionamento do Twitter.

Nos sites de rede social anteriores ao Twitter, para que se estabeleça uma conexão entre duas pessoas, as duas devem aceitar o vínculo. Então, se o Marquinhos encontra a Joaninha no Orkut, ela precisa

aceitar o convite dele para que um apareça na lista de contatos do outro.

Acontece que a nossa sociedade não funciona assim, nem todo mundo se conhece e alguns que se

destacam, ganham o rótulo de "famosas" - a principal condição para alguém se tornar uma celebridade é justamente ser mais conhecido do que conhecer. O Twitter funciona dessa maneira ao permitir que

existam vínculos unilaterais entre os participantes. Você pode se ligar à cantora Maria Rita

(@MROFICIAL), ao Roger do Ultraje (@Roxmo), passando pelo bruxo Paulo Coelho (@paulocoelho)

e o cartunista Maurício de Sousa (@mauriciodesousa), sem que eles necessariamente te conheçam.

Ao escolher “seguir” uma pessoa, você passará a acompanhar as coisas que ela publicar ao passo que

ela será notificada por email que você a está acompanhando e decidirá se quer seguir você também.

Diferente, portanto, de sites como Orkut e Facebook, em que os usuários só têm uma lista de

contatos, no Twitter você terá duas: uma com a relação das pessoas que te seguem (seguidores /

followers) e outras com aqueles que você segue (following / seguidos).

14

index-15_1.jpg

index-15_2.jpg

index-15_3.jpg

index-15_4.jpg

O Roger Moreira da banda Ultraje a Rigor segue 129 pessoas e é seguido por

7838. Aqueles que escolhem seguir o Roger passam a ver em suas páginas as

mensagens que ele publica.

Aqui você vê

Ao acessar o perfil

quem o Roger

do Roger no Twitter,

segue e quem

clique neste botão

está seguindo ele.

para se tornar

seguidor dele.

15

index-16_1.jpg

index-16_2.jpg