VIP Membership

Meu primeiro e único amor por Andreia Patricia - Versão HTML

ATENÇÃO: Esta é apenas uma visualização em HTML e alguns elementos como links e números de página podem estar incorretos.
Faça o download do livro em PDF, ePub, Kindle para obter uma versão completa.

1

CAPÍTULO UM

Era uma manhã esplendorosa de verão. O sol já estava quente e brilhante, quando Jessica

Bradley saiu de casa para ir até os estábulos e acompanhar o trabalho dos empregados do

haras de seu pai.

Enquanto caminhava sorridente, cumprimentando um empregado aqui e ali, ela arrumava

o chapéu branco, estilo country Stetson, sobre seus cabelos loiros, compridos e cacheados,

pensando nos trabalhos a serem realizados, e nem ao menos notava que alguns olhos

acompanhavam suas belas pernas, moldadas na sela de um cavalo, em um shorts jeans justo

desfiado na barra.

Hoje, para deleite dos funcionários, ela estava com esse shorts, uma bota de couro cano

alto, e uma camisa rosa justa sem mangas, amarrada na cintura. Naturalmente, os olhares

eram discretos, afinal os empregados mais velhos, aqueles que trabalhavam para o pai de Jess,

antes mesmo de ela nascer, estariam de olho para garantir o respeito que a “patroinha”

merecia, pois sabiam que por trás de toda aquela beleza, havia também muita competência,

determinação e que ela era capaz de domar qualquer cavalo, somente com palavras e atenção,

afinal os animais do Haras Bradley eram “encantados” e não domados a força.

Ao chegar aos estábulos, ela ficou satisfeita, as baias já estavam limpas, a comida e a água

distribuída, e os cavalos recebiam os mimos merecidos, eram escovados, seus cascos lixados e

encerados e alguns estavam tomando seu banho:

- Bom dia, Srta. Jess!

- Bom dia, John! Como estão as coisas hoje?

- Tudo em paz. Mais tarde chegará três éguas para Black Spirit cobrir. Parece até que ele

sabe, logo de manhã já deu trabalho aos tratadores. O soltamos no curral leste para ele

extravasar o te... – John ficou vermelho, havia esquecido que estava falando com uma dama e

sua patroa - ... a adrenalina.

Jess notou o rubor de John e deu uma risada gostosa, dando um tapinha camarada nas

costas do velho senhor. John Watson, o administrador dos estábulos, trabalhava para seu pai a

mais de 25 anos e a conhecia desde bebê, e mesmo sabendo que podia tratá-la de igual para

igual, não o fazia. Abraçando John pelos ombros deixando-o mais sem graça ainda, ela disse:

- Pode deixar John, eu vou falar com ele. Ele ficará mais calmo até a hora da chegada das

éguas, tudo bem?

Black Spirit era um garanhão potente, o melhor e mais premiado puro sangue do país. Sua

linhagem vinha de longa data e todos os seus antepassados, assim como seus descendentes,

eram campeões e, suas coberturas custavam alguns milhares de dólares que os outros

criadores pagavam com prazer. Mas as éguas escolhidas tinham que ser fortes para aguentar

sua empolgação sem correr o risco de se machucarem, mesmo todo o processo ser

acompanhado de perto por peritos.