Mudanças na qualidade da dieta e seus fatores associados em residentes do município de São Paulo... por Samantha Caesar de Andrade - Versão HTML

ATENÇÃO: Esta é apenas uma visualização em HTML e alguns elementos como links e números de página podem estar incorretos.
Faça o download do livro em PDF, ePub, Kindle para obter uma versão completa.

Universidade de São Paulo

Faculdade de Saúde Pública

Mudanças na qualidade da dieta e seus fatores

associados em residentes do município de São Paulo

em 2003-2008: Estudo de base populacional

Samantha Caesar de Andrade

Tese apresentada ao Programa de Pós-

Graduação em Nutrição em Saúde Pública para

obtenção do título de Doutor em Ciências

Área de Concentração: Nutrição em Saúde

Pública

Orientadora: Profª. Assoc. Regina Mara Fisberg

São Paulo

2013

Mudanças na qualidade da dieta e seus fatores

associados em residentes do município de São Paulo

em 2003-2008: Estudo de base populacional

Samantha Caesar de Andrade

Tese apresentada ao Programa de Pós-

Graduação em Nutrição em Saúde Pública para

obtenção do título de Doutor em Ciências

Área de Concentração: Nutrição em Saúde

Pública

Orientadora: Profª. Assoc. Regina Mara Fisberg

São Paulo

2013

É expressamente proibida a comercialização deste documento tanto na sua forma

impressa como eletrônica. Sua reprodução total ou parcial é permitida

exclusivamente para fins acadêmicos e científicos, desde que na reprodução figure a

identificação do autor, título, instituição e ano da dissertação.

Aos meus pais, Sidney e Dorothy, pela dedicação

de uma vida inteira e por nunca medirem esforços em

minha educação.

À minha família construída durante o

Doutorado, Thi e Cacau, amor incondicional.

Obrigada pelos sorrisos diários, carinhos,

cumplicidade e por mostrar que a vida transcede os

limites da faculdade.

“Tenho a impressão de ter sido uma criança

brincando à beira-mar, divertindo-me em descobrir

uma pedrinha mais lisa ou uma concha mais bonita

que as outras, enquanto o imenso oceano da verdade

continua misterioso diante de meus olhos”.

(Isaac Newton)

AGRADECIMENTOS

À Regina Mara Fisberg, minha orientadora e amiga, que sempre acreditou em meu trabalho,

obrigada pelos ensinamentos, conversas e cumplicidade. Espero ter contribuído com meu trabalho

durante todos esses anos e com minha tranquilidade ter trazido um pouco mais de calma para sua

agitação.

À Dirce Maria Lobo Marchioni, minha “coorientadora” pelos ensinamentos e carinho. Seu

respeito e conduta com os alunos são admiráveis.

Aos professores Maria do Rosário Dias de Oliveira Latorre, Daniel Henrique Bandoni, Rosangela

Alves Pereira e Nágila Raquel Teixeira Damasceno pelas conversas agradáveis e contribuições que

tanto acrescentaram neste trabalho.

Ao Thiago Magro, meu eterno amor e companheiro, por me escolher como esposa e dar o melhor

presente que uma mulher pode querer, nosso “pitico”. Sua dedicação pelo trabalho é contagiante,

tenho certeza que “seus” projetos trarão grandes realizações.

Ao meu filho, Caliel, que nasceu durante este período de extrema dedicação, trazendo turbilhões

de emoções, mostrando que a vida é intensa, agitada e quando adormece...serena.

À minha grande família “Buscapé” (Papys, Mamys, Dê, Mi, Rô, Bruno, Gu, Vera, Na e Rafa)

que sempre me apoiou e entendeu minha ausência. Que me conforta todos os dias ajudando a

cuidar do meu filho, minha grande riqueza.

Ao meu sobrinho Rodrigo, sempre presente, que me faz lembrar todos os dias de quantas coisas

podemos aprender em cinco anos quando se tem um mundo de informações disponíveis e a mente

aberta ao aprendizado. Sua dinda te ama demais.

À querida amiga Viviane, parceira de trabalho, que me acolheu no Centro de Saúde e sempre

acreditou em minhas ideias. Obrigada por alegrar todos os meus dias e deixar nosso trabalho ainda

mais prazeroso. Você é um exemplo de profissional, espero poder trabalhar muito ao seu lado e

curtir “nossa” mascote Manu.

À amiga Ágatha, parceira de trabalho, que tornou meus dias de análises mais divertidos, obrigada

por toda dedicação durante este período.

À amizade, aquela de infância, pura e ingênua, sempre presente e tão importante que alimenta a

alma e engrandece o ser humano. Renata, minha irmã postiça, que foi escolhida entre tantas

pessoas para estar nos momentos mais importantes da minha vida e que me completa com tudo o

que eu não tenho, como a organização.

À querida Michelle Castro, uma “flor” de pessoa, filha que toda mãe gostaria de ter...bonita,

inteligente, dedicada, amiga e sempre à disposição para ajudar. Seus ensinamentos muito

acrescentaram nesta tese.

Às queridas nutricionistas Adriana Passanha, Marina Tomazela, Adriana Sakurai, Andrea

Catalani, Camila Capellette, Camila Negrão, Daniela Lisboa, Luana Maron, Daniela Santos, que

muito me ajudaram na concretização deste trabalho.

Às “mainhas” Lana e Bianca, sempre lembradas, mesmo com a distância. Obrigada pelo carinho.

Aos aprimorandos, estagiários e bolsistas do CRNutri, que todos os dias me fazem ser ainda mais

apaixonada pela nutrição e saúde pública.

Aos amigos do GAC, pelo apoio e dedicação ao grupo, por mostrar que o conhecimento não é

egoísta, pode ser compartilhado.

Ao querido amigo Adilson, que faz minha amiga Vivi tão feliz, que sempre trouxe alegria com sua

companhia e histórias interessantes.

Aos queridos amigos de infância e agregados, Fabão, Fê, Val, Mel, Rafa, Lilica, Lu, Clau, Gu,

pelas deliciosas conversas e momentos inesquecíveis, que abrandaram este período.

À equipe do Centro de Saúde, pela dedicação ao trabalho e por acreditar na atenção primária à

saúde.

Aos funcionários da faculdade de Saúde Pública, em especial, Vânia, Alessandra, Ângela e

Renilda, que foram extremamente atenciosos e eficientes.

À amada sogrinha, Vera, exemplo de dedicação à família e ao trabalho da enfermagem, que apesar

das dificuldades não mede esforços para se especializar.

Às minhas avós, Dirce e Haydeé (in memorian), pelo exemplo de vida e dedicação à família.

Às pessoas que dedicaram seu tempo para participar deste projeto.

À Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo, FAPESP e CNPq pelo apoio financeiro ao

projeto.

RESUMO

Andrade SC. Mudanças na qualidade da dieta e seus fatores associados em residentes

do município de São Paulo em 2003-2008: Estudo de base populacional [tese de

doutorado] São Paulo: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo;

2013.

Introdução: O monitoramento da qualidade da dieta tem sido utilizado para nortear

e avaliar políticas públicas nos países desenvolvidos, enquanto que, no Brasil, são

poucas as pesquisas epidemiológicas com esta característica. Objetivo: Monitorar a

qualidade da dieta e seus fatores associados em residentes do município de São Paulo

em 2003 e 2008. Métodos: Estudo transversal de base populacional de uma amostra

de 2376 indivíduos coletados em 2003 e 1662 indivíduos coletados em 2008, de

ambos os sexos, com idade de 12 anos ou mais, incluídos no Inquérito de Saúde de

São Paulo, ISA-Capital. A amostragem é probabilística em dois estágios: setor

censitário e domicílio. Características da população foram obtidas por meio de

questionário e o consumo alimentar pelo Método Recordatório de 24 horas. A

qualidade da dieta foi avaliada por meio do Índice de Qualidade da Dieta Revisado

(IQD-R) de acordo com a realidade local segundo as diretrizes do Guia Alimentar

para a População Brasileira e, posteriormente, avaliado. As médias dos escores do

IQD-R foram comparadas segundo grupo etário e ano de estudo por meio do teste de

Wald. A relação entre o escore do IQD-R e as variáveis socioeconômicas,

demográficas, antropométricas e de estilo de vida foi verificada utilizando a análise

de regressão linear múltipla, sendo realizada uma modelagem para cada ano de

estudo (ISA 2003 e 2008). Resultados: A média do IQD-R em cinco anos

apresentou melhora (IQD-R= 54,9 vs 56,4, p<0,005). Porém, os adolescentes

apresentaram piora na qualidade da dieta, influenciada pela diminuição na pontuação

dos componentes vegetais verde-escuros e alaranjados e leguminosas, cereais totais,

óleos e Gord_AA. Para os adultos e idosos, a qualidade da dieta melhorou,

influenciada pelo aumento na pontuação dos componentes frutas totais e frutas

integrais, gordura saturada e sódio. No ano de 2008, ser adulto, em média, aumentou

o escore do IQD-R em 6,1 pontos em relação aos adolescentes; já para os idosos esta

diferença foi de 11,3 pontos. Conclusão: O Índice mostrou-se capaz de detectar

alterações na qualidade da dieta da população ao longo do tempo, trazendo

evidências da urgente necessidade do direcionamento das ações para melhoria da

qualidade da dieta dos brasileiros em todas as classes de renda, priorizando os

adolescentes para prevenção de futuras doenças crônicas.

Descritores: dieta, hábitos alimentares, consumo alimentar, saúde pública,

monitoramento epidemiológico.

ABSTRACT

Andrade SC. Diet quality changes and their associated factors in residents from the

city of São Paulo in the years of 2003 and 2008: Population-based study [thesis] São

Paulo: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo; 2013.

Introduction: The monitoring of diet quality has been used as a guide to evaluate

public policies in developed countries, but in Brazil there are few epidemiological

researches with such characteristics. Objective: To monitor the diet quality and the

associated factors of residents from the city of São Paulo in the years of 2003 and

2008. Methods: Cross-sectional population-based survey of a sample with 2376

individuals collected in 2003, and another sample with 1662 individuals collected in

2008. The individuals were from both sexes, 12 years of age or older and were part

of the Health Survey of São Paulo, ISA-Capital. Sampling is probabilistic in two

stages: census tract and households. The population characteristics were obtained

through a questionnaire, and the food intake was obtained using the 24 Hour Recall

Method. Diet quality was assessed using the Brazilian Healthy Eating Index Revised

(BHEI-R), taking into consideration the reality of the area according to the Dietary

Guidelines for the Brazilian Population, and later, it was evaluated. The means of the

BHEI-R scores were compared according to age group and school years by means of

the Wald test. The relation between the BHEI-R scores and the socioeconomic,

demographic, anthropometric and lifestyle variables was verified using the multiple

linear regression analysis, with a model for each year of the study (ISA 2003 and

2008). Results: The BHEI-R mean showed improvement over the period of five

years (BHEI-R =54.9 vs 56.4, p<0.005). However, the adolescent group showed

worsening in diet quality, influenced by decrease in scores of dark-green and orange

vegetable and legumes, total grain, oils and SoFAAS components. Diet quality of

adults and elderly showed improvement, influenced by the increase in scores of total

fruit and whole fruit, saturated fat and sodium. In the year of 2008, being an adult

increased by 6.1 points, on average, the BHEI-R scores when compared to

adolescents. For the elderly this difference was of 11.3 points. Conclusion: The

index showed itself effective in detecting changes in diet quality of the population

over a period of time. It brings up evidences of the urgent need in directing actions

for improving Brazilian diet quality for all social classes, focusing on adolescents, in

order for preventing future chronic diseases.

Keyword: diet, eating habits, food intake, public health, epidemiological monitoring.

APRESENTAÇÃO DA TESE

A tese está estruturada em formato de artigos científicos. O artigo desenvolvido em

coautoria durante o período do doutorado intitulado “Índice de Qualidade da Dieta

Revisado para a população brasileira”, encontra-se em anexo (ANEXO 1) para eventual

consulta, foi publicado como comunicação breve na Revista de Saúde Pública e serviu

de base para os demais artigos. A tese contempla três manuscritos:

PRIMEIRO MANUSCRITO

Título: Avaliação da confiabilidade e validade do Índice de Qualidade da Dieta

Revisado (Aprovado para publicação como artigo original na Revista de Saúde Pública,

encontra-se “no prelo”).

SEGUNDO MANUSCRITO

Título: Diet quality changes in residents from the city of São Paulo, Brazil: Health

Survey 2003-2008. (Enviado como artigo original para The Journal of the Academy of

Nutrition and Dietetics).

TERCEIRO MANUSCRITO

Título: Relação do Índice de Qualidade da Dieta Revisado com fatores de risco

cardiovascular. (Será enviado como artigo original para Cadernos de Saúde Pública).

ÍNDICE

1 INTRODUÇÃO 23

1.1 DIETA COMO FATOR MODIFICÁVEL REFLETINDO

NAS DOENÇAS CRÔNICAS NÃO TRANSMISSÍVEIS 23

1.2 ESTUDOS DE CONSUMO ALIMENTAR NA POPULAÇÃO

BRASILEIRA 25

1.3 MONITORANDO A DIETA: UTILIZAÇÃO DE ÍNDICES

DIETÉTICOS 26

2 JUSTIFICATIVA 30

3 OBJETIVOS 31

3.1 OBJETIVO GERAL 31

3.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS 31

4 MATERIAIS E MÉTODOS 31

4.1 ANTECEDENTES 31

4.2 DELINEAMENTO DO ESTUDO 32

4.3 CASUÍSTICA 32

4.3.1 ISA Capital 2003 32

4.3.2 ISA Capital 2008 33

4.3.3 ISA Capital 2010 34

4.4 COLETA DE DADOS 35

4.4.1 Dados sobre estilo de vida 36

4.4.2 Dados antropométricos 37

4.4.3 Dados Bioquímicos 38

4.4.4 Dados sobre uso de medicamentos 39

4.4.5 Dados dietéticos 39

4.5. PROCESSAMENTO DOS DADOS 40

4.5.1 Recordatório de 24 horas 40

4.5.2 Ajuste da distribuição do consumo pela variabilidade

intrapessoal 41

4.5.3 Medida da Qualidade da Dieta 41

4.6 VARIÁVEIS DE ESTUDO 42

4.6.1 Variável dietética 42

4.6.2 Variáveis demográficas 42

4.6.3 Variáveis antropométricas 43

4.6.4 Variáveis socioeconômicas 43

4.6.5 Variáveis de estilo de vida 44

4.6.6 Variáveis bioquímicas 44

4.7 ANÁLISE DOS DADOS 45

4.7.1 Primeiro Manuscrito 45

4.7.2 Segundo Manuscrito 46

4.7.3 Terceiro Manuscrito 47

5 ASPECTOS ÉTICOS 48

6 RESULTADOS E DISCUSSÃO 49

6.1 PRIMEIRO MANUSCRITO 49

6.2 SEGUNDO MANUSCRITO 68

6.3 TERCEIRO MANUSCRITO 87

7 CONCLUSÕES E CONSIDERAÇÕES FINAIS 104

8 REFERÊNCIAS 105

ANEXOS 112

Anexo 1 – Artigo “Índice de Qualidade da Dieta Revisado para a população

brasileira”. 113

Anexo 2 – Pareceres do Comitê de Ética em Pesquisa da FSP/USP e da

Secretaria Municipal da Saúde referentes aos estudos do ISA-

Capital. 119

Anexo 3 – Manual de procedimentos para coleta de dados antropométricos

e aferição da pressão arterial – estudo ISA-Capital 2010. 124

Anexo 4 – Manual de procedimentos para coleta de sangue no domicílio

- estudo ISA-Capital 2010. 130

Anexo 5 – Procedimentos padronizados para recebimento e processamento de

amostras sangue – estudo ISA-Capital 2010. 134

Anexo 6 – Modelo de formulário para preenchimento do recordatório

alimentar de 24 horas – estudo ISA-Capital 2008. 140

Anexo 7 – Roteiro para coleta do recordatório alimentar de 24 horas utilizando

os procedimentos do método AMPM – estudo ISA-Capital 2010. 143

Anexo 8 – Parecer do Comitê de Ética em Pesquisa da FSP/USP referente ao

presente projeto. 148

Anexo 9 – Termo de Consentimento Livre e Esclarecido referente ao estudo

ISA-Capital. 150

CURRÍCULO LATTES 155

LISTA DE QUADROS

Quadro – Blocos temáticos do estudo ISA-Capital. 36

PRIMEIRO MANUSCRITO

Quadro 1 – Distribuição da pontuação e das porções dos componentes do

IQD-R. São Paulo, SP, 2012. 62

Quadro 2 – Mapeamento dos componentes do IQD-R de acordo com as

recomendações do Guia alimentar para a População Brasileira.

São Paulo, SP, 2012. 63

LISTA DE TABELAS

PRIMEIRO MANUSCRITO

Tabela 1 – Correlação dos escores dos componentes do IQD-R com a pontuação

final e a energia consumida de indivíduos residentes no município de

São Paulo. São Paulo, SP, 2003. 65

Tabela 2 – Média dos componentes e da pontuação final do IQD-R de

indivíduos com idade maior ou igual a 20 anos de acordo com o hábito

de fumar. São Paulo, SP, 2003. 66

SEGUNDO MANUSCRITO

Table 1 – Weighted percentage distribution of studied population according

to sociodemographic, anthropometric and lifestyle characteristics.

ISA 2003 and 2008. São Paulo, SP, 2003-08. 83

Table 2 – Comparison of means of components and BHEI-R final score

of the studied population according to age group in the years of

2003 e 2008. ISA 2003 and 2008. São Paulo, SP, 2003-08. 84

Table 3 – Descriptive statistics of the Brazilian Healthy Eating Index Revised

(BHEI-R) according to sociodemographic, anthropometric and lifestyle

characteristics. ISA 2003 and 2008. São Paulo, SP, 2003-08. 85

Table 4 – Correlation and association between quantitative independent variables

and the final score of the Brazilian Healthy Eating Index Revised for

participants of the ISA 2003 and 2008. São Paulo, SP, 2003-08. 86

Table 5 – Factors associated with the Brazilian Healthy Eating Index Revised

identified by multiple regression analysis for participants of the ISA

2003 and 2008. São Paulo, SP, 2003-08. 86

TERCEIRO MANUSCRITO

Tabela 1 – Distribuição percentual da amostra estudada e comparação da média

do escore final do IQD-R segundo características antropométricas e

perfil lipídico de acordo com o sexo. ISA 2008 e 2010. São Paulo, SP,

2008-10. 101

Tabela 2 – Comparação entre as médias dos escores dos componentes do

IQD-R segundo características antropométricas e perfil lipídico.

ISA 2008 e 2010. São Paulo, SP, 2008-10. 102

LISTA DE FIGURAS

Figura - Diagrama dos Inquéritos de Saúde de acordo com o ano da

coleta e amostra da população. São Paulo, SP, 2013. 34

PRIMEIRO MANUSCRITO

Figura Scree plot da Análise de Componentes principais do IQD-R.

São Paulo, SP, 2003. 67

TERCEIRO MANUSCRITO

Figura – Correlação entre o escore final do IQD-R e as medidas

antropométricas e de perfil lipídico da amostra estudada segundo

sexo. ISA 2008 e 2010. São Paulo, SP, 2008-10. 103

LISTA DE SIGLAS E ABREVIATURAS

ACP

Análise de Componentes Principais

AMPM

Automated Multiple-Pass Method

CAGE

Cut down, Annoyed by criticism, Guilty e Eye opener

CGAN

Coordenação-Geral de Alimentação e Nutrição

CNPP

Center for Nutrition Policy and Promotion

CNPq

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

DCNTs

Doenças Crônicas Não-Transmissíveis

DQI

Dietary Quality Index

ENDEF

Estudo Nacional sobre Despesa Familiar

EPIC

European Prospective Investigation into Cancer and Nutrition

FAO

Food and Agriculture Organization

FAPESP

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

Gord_AA

Calorias provenientes de gordura sólida, álcool e açúcar de adição

HDL

High density lipoprotein

HEI

Healthy Eating Index

HHS

Department of Health and Human Services

IBGE

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

IDF

International Diabetes Federation

IMC

Índice de Massa corporal

INAN

Instituto Nacional de Alimentação e Nutrição

IPAQ

International Physical Activity Questionnaires

IQD

Índice de Qualidade da Dieta

IQD-R

Índice de Qualidade da Dieta Revisado

ISA

Inquérito de Saúde

ISA-Capital Ínquérito de Saúde do município de São Paulo

LDL

Low density lipoprotein

MPM

Multiple-Pass Method

MS

Ministério da Saúde

MSM

Multiple Source Method

NCC

Nutrition Coordinating Center

NDS-R

Nutrition Data System for Research

NEPA

Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentação

OMS

Organização Mundial da Saúde

PNAD

Pesquisa Nacional de Amostra de Domicílios

POF

Pesquisa de Orçamento Familiar

R24h

Recordatório de 24 horas

SBC

Sociedade Brasileira de Cardiologia

SISVAN

Sistema de Vigilancia Alimentar e Nutricional

TCLE

Termo de Consentimento Livre e Esclarecido

USDA

United States Department of Agriculture

USP

Universidade de São Paulo

VeveaL

Vegetais verdes-escuros e alaranjados e Leguminosas

WHO

World Health Organization