Poesias Manuscritas por Cláudio Manuel da Costa - Versão HTML

ATENÇÃO: Esta é apenas uma visualização em HTML e alguns elementos como links e números de página podem estar incorretos.
Faça o download do livro em PDF, ePub, Kindle para obter uma versão completa.
Poesias Manuscritas

Cláudio Manuel da Costa (pseudônimo Glauceste Satúrnio) Poesias Manuscritas de CLAUDIO MANUEL DA COSTA oferecidas ao Clube Literário, do mesmo nome, de Mariana, pelo Dr. Joaquim Vieira de Andrade. Contém cinqüenta e uma folhas e vai marcado com o carimbo do clube.

Índice:

------------------------------

Canto Heróico

Tradução de Uma Ode de Voltaire ao Rei da Prússia Écloga

Ode

Assunto Lírico

Canto Épico

Cantata Epitalâmica

Coro dos Amores

Ode

Ode

Ode

Fala

A Grandeza de Maria

O Mesmo

Sonetos

-----------------------------------

CANTO HERÓICO

Ao Ilmo. e Exmo. Sr. D. Antônio de Noronha, na ocasião em que os movimentos da Guerra do Sul o obrigaram a marchar para o Rio de janeiro com as tropas de Minas Gerais.

Jam nunc minaci murmure cornuum

Perstringis aures, jam litui strepunt

Jam fulgor armorum fugaces

Terret equos, equitumque vultus.

HORÁCIO. lib. 2, od. 1a.

Marte feroz, que com semblante irado

Influís nos mortais a dura guerra,

Sofre que a teus ouvidos chegue o brado

Da minha aflita, e magoada Terra:

A paz tranqüila e o sereno estado

Do nosso bem por ti já se desterra;

Por ti eu vejo que a discórdia crua

Sacode as serpes da madeixa sua.