Retornando ao Paraiso por Simone Elkeles - Versão HTML

ATENÇÃO: Esta é apenas uma visualização em HTML e alguns elementos como links e números de página podem estar incorretos.
Faça o download do livro em PDF, ePub, Kindle para obter uma versão completa.

Grupo Shadows Secrets

Traduzido por Grupo Shadows Secrets

2

Leaving Paradise 2 – Return to Paradise

Simone Elkeles

sinopse

Caleb Becker deixou Paradise oito meses atrás, levando consigo o segredo que

prometeu levar para o túmulo. Se a verdade fosse descoberta, iria arruinar tudo.

Maggie Armstrong tentou ser forte depois que Caleb partiu seu coração e

desapareceu. De alguma forma, ela conseguiu seguir em frente. Ela está determinada a

fazer uma nova vida para si mesma.

Mas então Caleb e Maggie são forçados a passar uma viagem de verão juntos. Eles

tentam ignorar sua paixão um pelo outro, mas sentimentos enterrados reaparecem. Caleb

precisa enfrentar a verdade sobre a noite do acidente de Maggie, ou o segredo que

destruiu seu relacionamento ficará para sempre entre eles.

Traduzido por Grupo Shadows Secrets

3

Leaving Paradise 2 – Return to Paradise

Simone Elkeles

um

CALEB

Algumas pessoas são sortudas pra cacete. Infelizmente, eu nunca fui uma dessas

pessoas. Realmente, acho que sou um daqueles caras destinados a ficar sempre preso no

meio do tiroteio. Enquanto me sento na parte de trás de uma viatura com algemas

cravando em meus pulsos, volto a pensar na primeira vez que fui preso, há quase dois

anos.

Eu tinha bebido.

Estava chapado.

E fui preso por um crime que não cometi.

Embora, não importa. Eu fui trancado em um reformatório por um ano, de

qualquer jeito, principalmente porque me declarei culpado pela acusação de negar

prestação de socorro por dirigir bêbado e atropelar uma pessoa.

Desta vez, estou sendo preso por drogas. Exceto que eu não fumo, inalo, ingiro,

cheiro, injeto, ou compro a merda.

Ok, eu admito que estava morando em uma casa de drogas. Era ter um teto sobre

minha cabeça e ignorar as coisas ilegais acontecendo ao meu redor, ou viver nas ruas.

Escolhi o teto. Olhando para trás, talvez não fosse a decisão mais sabia. Viver nas

ruas soa poderosamente tentador nesse exato instante.

Nada é pior do que ser preso como um animal enjaulado e renunciar o controle de

sua própria vida. Sendo dito a você quando ir ao banheiro, tomar banho, fazer a barba,

comer e dormir não é minha ideia de paraíso. Mas então, Paradise, onde eu cresci, muito

menos era um paraíso.

Eu me pergunto se paraíso é apenas uma palavra no dicionário com a definição:

essa porra não existe.

Inclino a cabeça contra o assento traseiro da viatura, me perguntando como vou sair

dessa. Não tenho dinheiro, nem amigos de verdade, e minha família... bem, eu não tive

nenhum contato com eles desde que deixei Paradise a oito meses atrás.

Traduzido por Grupo Shadows Secrets

4

Leaving Paradise 2 – Return to Paradise

Simone Elkeles

Quando chegamos à delegacia, o tira me escolta a uma senhora que tem o trabalho

emocionante de tirar minha fotografia de rosto. Em seguida, o tira me manda até sua mesa

e se apresenta como Tenente Ramsey.

‚Não tente nada estúpido,‛ diz enquanto abre a algema do meu pulso direito e o

prende a um gancho de metal em sua mesa assim se eu quiser fugir terei que arrastar uma

mesa de cinquenta quilos comigo.

Desnecessário dizer, eu não vou a lugar nenhum.

Depois de me fazer um monte de perguntas, ele me deixa sozinho. Olho ao redor a

procura de Rio, um dos meus cinco companheiros de quarto. Nós todos fomos detidos ao

mesmo tempo, quando Rio e outro de nossos companheiros estavam vendendo uma

porrada de metanfetamina a três caras que, se você me perguntar, pareciam tiras à

paisana1 que estavam fantasiados como gângsteres fodões.

Acho que foi o dente de ouro em um dos caras que o delatou. Parecia que tinha sido

colocado e eu poderia ter jurado que se soltou em um ponto e ele o engoliu.

Isso foi logo antes deles sacarem suas armas e gritarem para nós nos ajoelharmos no

chão e colocarmos nossas mãos na cabeça. Eu estava assistindo algum reality show sobre

uma casa de penhores, porque a última coisa que eu precisava era estar envolvido nos

negócios de Rio.

Rio tinha me pedido que eu o ajudasse com algumas paradas algumas vezes, eu fiz.

Mas eu não saia vendendo drogas para caras que estavam tão desesperados para ficarem

altos que me dariam seu último centavo para consegui-la.

A última vez que eu supostamente deveria vender drogas para Rio, era para um

cara com três filhos. Ele trouxe seus três filhos para nossa casa, e quando vi seus grandes

rostos contraídos e suas roupas esfarrapadas e rasgadas, eu não pude fazer. Eu me recusei

a vender as coisas. Não é que isso me faça uma boa pessoa nem nada, especialmente

porque sei que se eu não vendesse a ele, alguém o faria.

‚Ouça, Caleb,‛ diz Ramsey enquanto abre uma pasta de arquivo com meu nome na

parte de cima. ‚Você tem se metido em grandes problemas. Os juízes de Chicago não são

indulgentes nos reincidentes, especialmente quando estão vivendo em casas de drogas

com mais de cinquenta mil dólares em metanfetaminas e z-tabs.‛

‚Eu não sou um traficante,‛ digo. ‚Trabalho na Chicago Reciclagem.‛

‚Só porque você tenha um emprego não quer dizer que não distribua,‛ ele pega o

telefone e me passa o receptor. ‚Você tem um telefonema. Diga-me que número discar.‛

Coloco o receptor para baixo em sua mesa. ‚Renuncio ao meu direito de chamada.‛

1 Militar em traje civil.

Traduzido por Grupo Shadows Secrets

5

Leaving Paradise 2 – Return to Paradise

Simone Elkeles

‚Família? Amigos?‛ ele sugere.

Balanço a cabeça. ‚Não tem ninguém.‛

Ramsey deixa o receptor de volta no telefone. ‚Você não quer que alguém te livre

dessa? O juiz vai estabelecer fiança ainda hoje, ou amanhã. Você deve estar preparado.‛

Quando não respondo, ele folheia meu arquivo. Ele levanta o olhar depois de uns

minutos. ‚Aqui diz que Damon Manning foi seu conselheiro de transição.‛

Damon Manning supostamente se asseguraria que eu ficasse fora de problemas

quando fosse liberado do reformatório. Ele era um cara grande e negro que assustava

minha mãe até a morte quando andava em nossa casa durante suas visitas agendadas.

Damon me atribuiu meu trabalho de serviço comunitário e constantemente me enchia

sobre como fazer a transição de estar na prisão a estar de volta em casa. Ele não tomava

uma resposta de uma palavra ou o silêncio como resposta. O cara era um linha dura que não

aceitava a merda de ninguém, e qualquer vez que eu fodesse tudo, ele me deixava saber

que era melhor eu tomar jeito ou ele seria pessoalmente responsável por dizer ao juiz que

me prendessem de novo. Eu também não tinha nenhuma dúvida de que ele faria.

Ramsey anota um número e o coloca na minha frente.

‚O que é isso?‛

‚O número de telefone de Damon Manning.‛

‚E por que eu iria querer isso?‛ pergunto.

‚Se você não tem família ou amigos para pagar sua fiança, sugiro que você ligue

para ele.‛

Nego com a cabeça e digo, ‚De jeito nenhum.‛

Ramsey empurra o telefone na minha direção e recosta na cadeira. ‚Ligue. Se não

ligar, eu vou.‛

‚Por quê?‛

‚Porque eu li o relatório de Damon a seu respeito, e raramente ele se equivoca sobre

suas avaliações.‛

‚O que ele escreveu?‛ Que eu sou uma completa perda de tempo que merecia estar

preso permanentemente?

‚Por que não liga e pergunta você mesmo? Você está em sérios problemas, Caleb.

Precisa de alguém ao seu lado agora mesmo.‛

Olho para o telefone e balanço a cabeça em frustração. Ramsey não parece como se

estivesse me dando uma opção. Pego o telefone e disco o numero.

Traduzido por Grupo Shadows Secrets

6

Leaving Paradise 2 – Return to Paradise

Simone Elkeles

‚Damon falando,‛ responde uma voz profunda.

Limpo a garganta, ‚Umm... aqui é o Caleb. Caleb Becker.‛

‚Por que tá me ligando?‛

‚Eu meio que me meti em problemas,‛ digo e então pigarreio. Respiro fundo e

relutantemente digo, ‚Preciso de sua ajuda.‛

‚Ajuda? Não sabia que você conhecia essa palavra.‛

Brevemente explico a situação. Ele suspira pesadamente um monte de vezes, mas

diz que está a caminho da delegacia. Depois da minha chamada, sou escoltado até uma cela e

espero por ele. Uma hora mais tarde me dizem que tenho uma visita e sou levado ao que

suponho que seja uma das salas de interrogatório. Oh, cara. Se as coisas não eram ruins o

suficiente, tenho a sensação de que estão prestes a piorar quando um muito irritado

Damon caminha pela porta de metal à prova de balas.

‚Em que inferno você conseguiu se meter, Becker?‛

‚Uma porrada de problemas,‛ digo a ele.

Damon cruza os braços sobre o peito. ‚Eu poderia jurar que você era um cara que

cometeu um erro e ia mudar de vida,‛ ele tem um olhar distante, quase triste no rosto, mas

é rapidamente mascarado. ‚Tenho que admitir que você me faz lembrar a mim mesmo

quando tinha sua idade.‛

‚Sim, bem, você estava obviamente errado.‛

Ele estreita seus olhos para mim. ‚Eu estava?‛

Essa não é a forma que deveria ser. Eu deixei Paradise para fazer tudo melhor, mas

tudo o que conseguir fazer foi estragar as coisas por mim mesmo.

Olho Damon diretamente nos olhos. ‚Eu não fiz isso,‛ digo. ‚Não sou um

traficante.‛

‚Por que eu deveria acreditar em você?‛

‚Porque é a verdade.‛ Deixo escapar uma exalação, sabendo que é uma causa perdida

defender meu caso, mas fazendo de qualquer maneira. ‚Eu não espero que você acredite

em mim.‛

‚Mentiu para mim no passado?‛

Aceno.

‚Sobre o quê?‛

Traduzido por Grupo Shadows Secrets

7

Leaving Paradise 2 – Return to Paradise

Simone Elkeles

Fecho os olhos e balanço a cabeça. Não posso dizer a Damon que não fui eu quem

atropelou Maggie. Eu disse a Leah que levaria esse segredo para o túmulo. Não posso trair

minha própria gêmea. Nem agora, nem nunca. ‚Esqueça.‛

‚Você está no caminho errado,‛ diz Damon.

‚Não tenho escolha.‛ Deixo sair um longo e lento suspiro e decido ir para o próximo

nível com ele. Sobre algumas coisas, de qualquer maneira. ‚Descobri que minha mãe era

viciada em remédios. Acho que eu estar em casa fez ficar pior. Ela continuava esperando

que eu fingisse que tudo estava bem. Minha família inteira estava de acordo com a

mentira. Eu não podia. Maggie foi a única que me manteve são, mas eu não podia vê-la

sem acabar com a merda da polícia envolvida, meus pais, sua mãe, e até mesmo você.

Certa vez você me disse que eu deveria sair de Paradise em vez de me aproximar de

Maggie. Então agora estou aqui.‛

‚Conviver com um traficante de drogas não é uma melhor opção,‛ diz Damon,

afirmando o óbvio.

‚Era um teto sobre minha cabeça.‛

‚Há sempre mais opções que viver com bandidos,‛ diz Damon.

‚Sim, certo.‛ Olho para a marca vermelha que as algemas deixaram na minha pele.

Eu pareço não ter muitas opções agora.

‚Estou muito decepcionado com você.‛

Decepcionado é melhor do que furioso. Eu já vi Damon furioso. Ele enrijece como

um touro com um espinho no traseiro. Diabos, quando eu fui suspenso da escola por

brigar, Damon parecia preparado para, sozinho, chutar minha bunda. O cara é enorme e

deve ter cerca de dois metros e seis. Não sou um peso leve, mas ele poderia se sentar em

mim e quebrar meus ossos.

‚Já volto,‛ diz Damon, e então me deixa sozinho na sala.

Ramsey volta meia hora depois, com Damon seguindo seu passo. O oficial senta na

beira da pequena mesa na sala e olha para baixo, para mim. ‚Você tem sorte, garoto.‛

Estou prestes a ser jogado na prisão. Não estou me sentindo com muita sorte no

momento.

‚Acabei de falar com o juiz Hanson,‛ diz Damon. ‚Você terá sua acusação esta

tarde, e eu vou pagar qualquer fiança fixada. Sou amigo do promotor que vai te ajudar.‛

‚Por que você faria isso por mim?‛ pergunto.

‚Porque alguém fez por mim há um tempo. Há uma condição,‛ diz.

Traduzido por Grupo Shadows Secrets

8

Leaving Paradise 2 – Return to Paradise

Simone Elkeles

Lá vem. O machado esta a ponto de cair. ‚O quê?‛

Meu ex-conselheiro de transição tem um olhar severo no rosto. ‚Você vai se unir ao

Re-COMEÇAR.‛

‚O que é isso?‛

‚É um grupo de jovens cujas vidas foram afetadas pela condução adolescente

irresponsável. Estamos viajando por um mês juntos, e cada participante compartilha sua

historia com vários grupos de jovens no Centro-Oeste. Estaremos sem conforto, então não

espere hotéis de luxo ou tratamento real. Nós vamos ficar em dormitórios e

acampamentos. Esta detenção não é sobre drogas, Caleb. É um resultado direto de seu

acidente em Paradise. Junte-se ao programa e ajude outras pessoas. Se você não concordar

em vir comigo, eu caio fora dessa. Se eu sair, não tenho nenhuma dúvida de que eles vão

trancar você de vez e jogar a chave fora. Você está com dezoito agora. Se pensou que o

reformatório era horrível, garanto que a prisão de adultos será cem vezes pior.‛

‚Então, eu realmente não tenho uma escolha?‛

‚Você tem. Fique aqui e desfrute da boa hospitalidade de nossas prisões do estado,

ou levante seu traseiro e me siga.‛

Então não há uma escolha. Uma das opções é algo que eu faria quase qualquer coisa

para evitar. Mesmo que incluísse passar um tempo com meu velho conselheiro de

transição.

Nós não falamos muito durante a viagem de uma hora e meia, fora de Redwood.

Ele tenta me perguntar algumas coisas e eu faço o possível para esquivá-las. Quando

chegamos à entrada da garagem de um duplex de um andar, ele explica, ‚Você vai dormir

na minha casa esta noite, e se encontrar com o restante do grupo amanhã à tarde.‛

Dentro, deixo cair minha mochila ao lado de um sofá xadrez desbotado. No manto

sobre a lareira vazia há uma foto de Damon com um garotinho, de cerca de oito anos, em

um uniforme da Pequena Liga.

‚É seu?‛ pergunto, perguntando-me como esse cara acabou morando sozinho em

uma cidadezinha no meio da região campestre de Illinois. Paradise não é muito longe

daqui.

‚Sim.‛

É óbvio só de olhar o lugar que ele vive sozinho. Não há nenhuma obra de arte nas

nuas paredes brancas. O lugar não é como minha casa em Paradise, é muito simples e

muito inutilizada, como se só viesse aqui para dormir e pronto.

‚Você se divorciou?‛ pergunto.

Traduzido por Grupo Shadows Secrets

9

Leaving Paradise 2 – Return to Paradise

Simone Elkeles

‚Você vai parar de fazer perguntas? Acho que eu gostava mais de você na viagem

até aqui, quando não falava absolutamente nada.‛

Depois que Damon faz um jantar surpreendente bom de frango e arroz que faz

lembrar-me da minha mãe cozinhando, ele vai por um corredor estreito a cama.

Está silencioso na casa. Não estou acostumado a tanto silêncio. Na casa de Rio,

sempre havia pessoas festejando ou entrando e saindo a qualquer hora. Não importa,

porque não durmo muito mesmo.

Apago a luz, embora eu saiba que não vou conseguir dormir muita esta noite. Vai

ser como sempre... a cada quinze minutos eu vou acordar e olhar para o teto rezando para

o sono vir. Ele vem, mas em pequenas e curtas doses, eu me pergunto como seria

conseguir dormir uma noite inteira sem interrupções. Isso não acontece há anos... desde

antes do acidente.

De manhã, eu estou comendo algum tipo de grãos integrais de cereal saudável

quando Damon entra na cozinha. Não posso evitar perguntar, ‚Por que está me

ajudando?‛

‚Porque acho que você é um bom garoto,‛ diz ele, de costas para mim, enquanto

esta na frente do fogão e frita alguns ovos. ‚Você só tem que fazer escolhas melhores.‛

No final da tarde, jogamos nossas malas no carro. Damon para no centro

comunitário de Redwood, onde uma grande van branca está esperando por nós. Ele é

convocado para dentro do prédio e me diz para ir para a van me apresentar ao resto do

grupo. Há outros dois garotos e três garotas ali de pé esperando com suas bagagens.

Quando uma das garotas se afasta e eu consigo um vislumbre da pessoa que estava

tapando, meu corpo inteiro entorpece.

Maggie.

Traduzido por Grupo Shadows Secrets

10

Leaving Paradise 2 – Return to Paradise

Simone Elkeles

dois

MAGGIE

Eu observei minha barra de proteína cair no asfalto em câmera lenta, e o pedaço na

minha boca tinha gosto da poeira. O que Caleb está fazendo aqui? Onde ele esteve nos

últimos oito meses? Ele deixou a cidade sem deixar vestígios após nosso breve e louco

relacionamento. Por que ele não tentou me encontrar, ou pelo menos me dar um sinal de

que estava vivo?

Ele tem os mesmos olhos azuis, o mesmo rosto esculpido, e os mesmos músculos

magros saindo de sua camiseta.

Ele é real e está vivo, e andando exatamente na minha direção.

Não consigo desviar o olhar, mesmo que eu queira desesperadamente.

Ele deixa escapar um fôlego lento e diz: ‚Isso é meio estranho, né.‛ Sua voz soa

familiar, mas diferente. Tem algo estranho nela que não estava lá da última vez que nos

vimos.

‚Sim,‛ eu consigo chiar. Umm...

‚Como tem passado?‛

Eu não posso responder a essa pergunta. É muito falsa. Se ele se importasse com

como eu estava, ele teria descoberto uma forma de me ver ou falar comigo. Ele me deixou

antes do Natal, antes do Ano Novo, antes de Dia dos Namorados, antes do meu

aniversário, antes do baile de formatura e da formatura. Antes de eu receber a notícia que

seria manca para o resto da minha vida, sem qualquer esperança de uma recuperação

completa. ‚O que você está fazendo aqui?‛

Ele dá de ombros. ‚Eu estava me perguntando a mesma coisa hoje de manhã.‛

Um dos outros caras que estavam conosco, o de cabelos longos e crespos que caem

em seu rosto, peida. O pior é que ele faz uma grande cena gemendo e empurrando, como

uma criança.

‚Cara, você se importa?‛ Caleb pergunta.

‚O quê?‛ O cara diz, imperturbável. ‚Eu tive que deixar ele escapar.‛

‚Deixe escapar quando você estiver sozinho, cara. Não seja um maldito idiota.‛

Traduzido por Grupo Shadows Secrets

11

Leaving Paradise 2 – Return to Paradise

Simone Elkeles

‚O que você é, a polícia do peido?‛ O cara diz, caminhando em direção a Caleb.

Caleb continua firme, como se ele tivesse estado em muitas lutas e não tivesse medo de

adicionar mais uma à sua contagem.

Isso é irreal. Eu não posso sentir meus dedos dos pés, porque eu estou em choque, e

Caleb e esse cara vão entrar em uma luta por... peidar?

‚Calma, gente,‛ grita uma voz áspera. Um cara alto e negro com uma prancheta

aponta para mim. ‚Maggie, posso ter uma palavrinha com você por um minuto? Em

particular.‛

Ele aponta para Caleb. ‚Você também Becker. Agora.‛

Eu sigo o cara para fora da van, dolorosamente ciente de que Caleb está me

seguindo de perto. Estou tentada a me virar e ver onde ele esteve, mas eu nem sei se eu

poderia obter as palavras.

O cara para em uma mesa de piquenique e joga a prancheta sobre ela. Ele se

apresenta para mim como Damon Manning, o líder sênior e acompanhante do nosso

grupo, depois parece triste enquanto diz, ‚Obviamente, vocês dois não podem estar nessa

viagem juntos. Maggie, eu não tinha ideia que meu assistente a tinha colocado como

substituta depois que Heather desistiu.‛

‚Vou cair fora,‛ Caleb oferece ansiosamente.

‚Pro inferno que você vai, Becker. Você não tem escolha senão fazer isso.‛

Isso significa que Damon espera que eu desista. Se eu fosse a velha Maggie, aquela

que estava com medo do mínimo de conflito ou confronto, eu ia cair fora em um piscar de

olhos. Mas eu sou mais forte agora, e eu não desisto por qualquer coisa. Mesmo por Caleb.

Viro-me para Damon com determinação. ‚Eu não vou desistir.‛

‚Maggie, me desculpe, mas não vai funcionar com vocês dois.‛

‚Eu não vou desistir,‛ eu interrompo.

Damon esfrega a mão sobre sua cabeça careca e suspira. Eu posso dizer que ele está

hesitando... pelo menos um pouco. O que posso dizer para convencê-lo de que eu não

tenho que desistir da viagem só porque Caleb também vai? A verdade é que estar com

Caleb será um desafio, um enorme desafio que eu não esperava. Mas decidi que vou

provar para mim e para ele que eu mudei.

Eu não deixo mais o passado ditar minha vida. Nós dois temos dezoito anos agora,

somos considerados adultos aos olhos da lei.

‚Esta é uma ideia ruim,‛ Damon ecoa. ‚Uma ideia muito ruim.‛

Traduzido por Grupo Shadows Secrets

12

Leaving Paradise 2 – Return to Paradise

Simone Elkeles

‚Posso falar com Caleb sozinha?‛ Eu pergunto.

Damon olha de mim para Caleb. ‚Tudo bem. Vocês têm cinco minutos.‛

Quando Damon vai embora, eu engulo em seco e forço-me a encarar Caleb. Ele

parece desgastado, mas ao mesmo tempo, uma força feroz irradia dele.

Eu costumava pensar que ele era tudo que eu queria e precisava. Se eu tivesse Caleb

Becker ao meu lado, minha vida estaria bem. E esteve, por algum tempo, pelo menos.

‚Se passaram oito meses,‛ eu digo em voz baixa. Pensar no quanto senti falta dele

faz meus olhos ficarem marejados. Eu pisco e rezo para que as minhas lágrimas não caiam.

Não agora que eu tenho que ficar forte. Eu direi algo, qualquer coisa, para que eu não

perca isso. ‚Você perdeu a formatura.‛

‚Eu perdi um monte de coisas,‛ diz ele, depois lentamente começa a estender a mão

antes de enfiar as duas mãos nos bolsos.

Sei que provavelmente pareço patética. Sinto-me patética. Mas eu estou cansada de

sentir pena de mim. Eu tive que seguir em frente. Fiquei mais forte a cada dia. Não posso

ser sugada novamente para a novela da vida de Caleb. Eu não vou deixar que isso

aconteça.

Eu olho para a grande van branca que deverá nos levar numa viagem de quatro

semanas juntos. Vamos compartilhar as nossas histórias publicamente, na esperança de

impedir que outras pessoas experimentem o que aconteceu conosco. Eu mordo meu lábio

pela ironia. Como podemos fazer isso, quando a verdade sobre Caleb e meu acidente

ainda está enterrada?

Chuto algumas pedras de piche soltas no asfalto. ‚Ele disse que você não tem

escolha a não ser ir nessa viagem. Por quê?‛

De braços cruzados, Caleb encosta à mesa de piquenique e suspira. ‚Ok, esse é o

negócio. Grande surpresa: Eu estou em apuros novamente. É este programa, ou ir para a

cadeia. A decisão é sua, Maggie. Você quer que eu saia, eu saio. Vou aguentar as

consequências.‛

A última coisa que quero é Caleb novamente na prisão. Tenho medo de pedir

detalhes sobre como ele se envolveu nisso, então não pergunto. Se ele quiser me dizer, ele

dirá. Mas eu sei que ele não vai porque ele não sabe como confiar em ninguém, muito

menos em mim. Posso ter sido parte de sua vida uma vez, mas agora não sou. Eu sou uma

estranha para ele, e ele é um estranho para mim.

‚São apenas quatro semanas,‛ digo a ele. ‚Eu acho que nós podemos lidar com

isso.‛

Traduzido por Grupo Shadows Secrets

13

Leaving Paradise 2 – Return to Paradise

Simone Elkeles

‚Quatro semanas presos em uma van juntos, e então você nunca terá de me ver

novamente.‛

Fecho meus olhos quando ele diz isso. Ele não devia desaparecer novamente. Sua

irmã precisa dele, e sua mãe luta a cada dia contra seu vício por remédios. ‚Depois da

viagem, você deveria voltar a Paradise.‛

‚Não vai acontecer, então tire esse pensamento da cabeça.‛

Esquecendo a minha tristeza e acumulando coragem, fico em pé e olho nos olhos

dele. "Você sabe o que eu acho?‛

‚O quê?‛

‚Acho que o severo e agressivo Caleb Becker tomou o caminho mais fácil.‛ Vê, eu

disse.

‚Minha vida é um monte de coisas, Maggie, mas fácil não é uma delas,‛ diz ele. Ele

limpa a garganta. ‚E se você pensa que vê-la nesse momento é algo muito fácil para mim,

errou de novo...‛ Sua voz se extingue.

‚Talvez esse seja o destino nos dando uma segunda chance de dizer adeus. Você

sabe, antes de nós dois seguirmos nossos caminhos separados novamente.‛

‚Deve ser isso,‛ diz ele sarcasticamente. ‚Então você está absolutamente bem em ir

nessa viagem comigo?‛

Limpo minha garganta e olho por cima da van. ‚Eu estarei bem com isso, contanto

que você esteja.‛

Saindo da mesa, ele se afasta de mim e se dirigi ao Damon. Eles conversam por um

segundo, então Caleb joga sua bolsa na parte de trás da van e entra.

‚Caleb disse que você resolveu tudo,‛ diz Damon para mim enquanto eu manco até

a van.

‚São apenas quatro semanas. Vai ficar tudo bem.‛

Damon parece tão convencido quanto eu me sinto, mas eu lhe asseguro que o

passado está atrás de nós e nós vamos superar isso. Eu realmente espero não estar

mentindo para mim mesma.

Na van, as duas meninas que eu conheci esta manhã estão sentadas no banco da

frente. A garota chamada Erin tem um piercing no nariz e no lábio e tatuagens subindo e

descendo o braço nu. Ela está lendo um livro enquanto está encostada à janela.

Traduzido por Grupo Shadows Secrets

14

Leaving Paradise 2 – Return to Paradise

Simone Elkeles

A outra menina, Trish, tem longos cabelos loiros e realmente brilhantes e,

definitivamente poderia passar por uma das líderes de torcida populares em Paradise. Ela

tem maquiagem escura nos olhos e usa batom rosa claro. Fica bem nela.

Eu propositadamente evito até mesmo olhar para o banco traseiro. Eu não vou

olhar para onde ele está sentado—e deslizo para o lado de Matt no banco do meio. Eu

conheço o Matt da fisioterapia, pois seus horários são geralmente após os meus nas noites

de quarta-feira. Matt perdeu três quartos de seu braço esquerdo, e seu braço direito está

com cicatrizes, mas não tenho certeza do que aconteceu exatamente.

Tenho certeza que vou descobrir uma vez que partilharmos as nossas histórias.

Matt me dá um sorriso amigável, mas reservado. ‚Eu não sabia que você estaria

aqui,‛ diz ele.

‚Foi uma coisa de última hora,‛ digo a ele, olhando Trish e Erin no banco em frente

a nós e me perguntando se Caleb irá decidir abandonar a viagem no último segundo. Parte

de mim quer que ele vá embora, mas a outra parte quer que ele fique para que eu possa

provar a mim mesma que eu já superei isso, que a dor que restou depois que ele partiu

não existe mais.

Meu pulso acelera quando ouço Caleb se mexendo em sua cadeira atrás de nós. Não

é um bom sinal eu estar hiperconsciente de cada movimento dele. Eu provavelmente estarei

em quatro semanas de verdadeira tortura—talvez até pior do que o ano de fisioterapia

após o acidente.

Não importa como eu me senti quando Caleb me abandonou. Nas semanas e meses

depois que ele deixou a cidade, eu rezei para que ele voltasse. Eu costumava deixar minha

luz acesa durante a noite, para que se ele voltasse, visse isso como um sinal de que eu

estava esperando por ele.

Ele morava ao lado da minha casa, por isso eu olhava pela minha janela durante

horas a fio, na esperança de ver a luz no quarto dele. Minha fantasia era que ele iria me

dizer que cometeu um grande erro ao deixar Paradise.

Mas ele nunca o fez.

No final, eu percebi que tinha confiado nele demais.

Damon se coloca no banco do motorista e se vira. ‚Bem, pessoal, é isso. Nossa

primeira parada é um acampamento base em uma escola de verão para adolescentes.

Iremos dormir em cabanas em seu acampamento à noite, e esperam que vocês

compartilhem suas histórias com eles. Amanhã vamos sair e ir até ao nosso segundo show.

Mas agora, tomem um segundo para se apresentar enquanto estamos esperando por

Lenny. Como vocês sabem, eu sou Damon Manning e sou seu acompanhante.‛

Traduzido por Grupo Shadows Secrets

15

Leaving Paradise 2 – Return to Paradise

Simone Elkeles

‚Eu sou Trish,‛ diz Trish, com algo em sua voz que indicava ' não falem comigo a não

ser que queira que você fale' .

Erin não tira os olhos de seu livro, enquanto diz em voz baixa: ‚Eu sou Erin.‛

Matt limpa sua garganta. ‚Eu sou Matt.‛

‚Eu sou Maggie,‛ eu digo, incapaz de resistir olhar para Caleb.

Parece que ele prefere mergulhar em águas infestadas de tubarões ou piranhas do

que estar nessa van. Ele olha fixamente para o tapete. ‚Eu sou Caleb.‛

‚E eu sou o Lenny,‛ o cara que soltou pum diz, praticamente saltando na van e

escorregando no local ao lado de Caleb.

Caleb se contrai. ‚Cara, se você peidar de novo eu vou chutar o seu traseiro.‛

‚Caleb, sem ameaçar os outros membros do grupo,‛ ordena Damon do assento

dianteiro. ‚Lenny, vamos ficar livres de flatulência no momento. Certo?‛

Eu abafo uma risadinha nervosa.

‚Vou tentar,‛ diz Lenny, fazendo para Damon um gesto com o polegar para cima.

Mas assim que saímos do estacionamento, ouço Lenny dizer a Caleb, ‚Quer puxar meu

dedo2?‛

Eu tive que olhar. Ao invés de afastar o dedo de Lenny de seu rosto, ou melhor

ainda, ignorá-lo, Caleb agarra o dedo de Lenny e o dobra de volta.

‚Pare com isso,‛ eu digo a Caleb enquanto Lenny estremece e tenta libertar sua

mão. ‚Você está machucando ele!‛

O que aconteceu com Caleb para fazê-lo atacar tão rapidamente?

Caleb libera o dedo de Lenny. Lenny atira um olhar para Caleb que dizia que iria

retaliar depois, então foge para o outro lado do banco.

‚Você pediu por isso,‛ diz Caleb presunçosamente enquanto Lenny examina o dedo

machucado.

‚Vou processá-lo se estiver deslocado,‛ Lenny avisa. ‚Eu toco guitarra, cara.‛

Caleb dá um falso sorriso, então olha para mim que estava balançando a cabeça. ‚O

quê?‛

‚Nada,‛ eu digo.

2 Brincadeira onde a pessoa pede pra puxar o dedo dela, aí quando a “vitima” puxa, a pessoa solta um pum.

Traduzido por Grupo Shadows Secrets

16

Leaving Paradise 2 – Return to Paradise

Simone Elkeles

Eu viro novamente. Não vou olhar para Caleb novamente. Pelo menos não até que

eu tenha que olhar.

Ao meu lado, Matt pega seu celular e começa a digitar mensagens de texto com sua

única mão. Sua palma segurava o telefone enquanto ele batia o polegar no teclado. Não

acho que deva ser fácil para ele, mas ele parecia estar conseguindo fazer.

Eu me inclino para frente, colocando as mãos sobre o assento na minha frente. Vou

conversar um pouco com Trish e Erin. Qualquer coisa é melhor do que me perguntar

sobre Caleb, e porque nós vamos viver em quartos próximos no próximo mês, eu preciso

fazer amizade com essas garotas.

Mas eu percebo, bem rápido, que elas não querem conversar. Trish coloca fones nos

ouvidos e levanta seu capuz para esconder o rosto. Erin está tão entretida em seu livro que

não estou certa se ela sabe que a vida real esta acontecendo ao seu redor.

Volto a cair em meu assento e olho para fora da janela. Os campos de milho e

fazendas descrevendo a paisagem de Illinois estão manchados.

‚Ei, Matt,‛ diz Caleb.

‚Sim?‛

‚Troca de lugar comigo.‛

Traduzido por Grupo Shadows Secrets

17

Leaving Paradise 2 – Return to Paradise

Simone Elkeles

três

CALEB

Eu acho que Maggie ainda tinha a boca aberta em estado de choque quando eu

passei por cima do banco e Matt trocou de lugar comigo. Eu não gosto de ver outro cara

sentado ao lado dela. Eu sei que é estúpido me sentir possessivo quando eu não tenho esse

direito.

Damon olha para trás. ‚Caleb, fique em seu lugar.‛

‚Eu estava ficando enjoado,‛ eu digo. ‚Ou era mudar de lugar ou vomitar tudo em

cima da Maggie e do Matt.‛

Eu olho para Maggie, que não parece muito feliz. Ela se afasta de mim quando os

nossos joelhos se tocam, mas encontra o meu olhar com o seu.

‚Eu estava enjoado,‛ eu digo ridiculamente. ‚E Lenny cheira a merda... literalmente.

Eu não consigo aguentar isso.‛

‚Eu ouvi isso,‛ diz Lenny.

‚Bom,‛ digo de volta.

Maggie balança o seu cabelo castanho claro para trás com uma confiança que eu só

pude vislumbrar quando estávamos juntos. Ela me joga um olhar de soslaio. ‚Por que você

está tentando começar uma briga com o Lenny?‛

‚Eu não estou. Ele começou.‛ Eu soava como uma criança, mas neste ponto eu não

me importo. O que Maggie acha, que eu sou perfeito? Ela já deveria saber que eu estou

longe de ser isso.

‚Você está sendo agressivo.‛

‚O que tem de errado em ser agressivo?‛ Eu pergunto.

Maggie põe o seu ‘nariz real’ no ar. ‚Tenho certeza que você consegue entender isso

por conta própria.‛

‚Tudo bem aí atrás?‛ Damon intervém.

‚Meu dedo dói,‛ Lenny deixa escapar. ‚Eu preciso de uma bolsa de gelo.‛

Traduzido por Grupo Shadows Secrets

18

Leaving Paradise 2 – Return to Paradise

Simone Elkeles

Eu reviro meus olhos enquanto Damon pergunta a Lenny o que aconteceu. Após

uma pequena pausa e um olhar meu de advertência, Lenny diz que não é nada.

Maggie pega um guia de viagem da Espanha e coloca um par de óculos de aros

finos. Eles devem ser novos, porque eu nunca a tinha visto com óculos antes. Ela se afasta

de mim e se concentra em seu livro enquanto mastiga o meio de seu lápis. Eu vejo como

ela faz círculos em algumas das páginas e dobras as pontas em outras.

‚Planejando uma viagem para a Espanha? De novo?‛ Eu pergunto. Exatamente

antes de eu sair de Paradise, ela disse que havia mudado de ideia e não iria passar o

semestre da primavera fora do país depois de tudo.

Ela fecha o livro e empurra-o junto com o lápis roído em sua mochila. ‚Sim.‛

É isso aí. Sem detalhes, sem explicações. Não que ela me deva alguma coisa. Ela,

obviamente, não quer falar comigo, ou olhar para mim, para começo de conversa.

Depois de duas horas, Damon estaciona a van em uma parada para descanso.

‚Todo mundo pra fora. Vão ao banheiro e estiquem as pernas. Nós vamos comer um

jantar rápido aqui.‛

Enquanto nós estamos esperando por todos os outros voltarem do banheiro, eu

ando até Maggie, que está em pé próxima as máquinas de venda automática.

‚E aí?‛ Pergunto, tentando agir normalmente.

Ela me dá um olhar de desgosto e surpresa. ‚ E aí? Você está brincando comigo,

Caleb? Você desapareceu por oito meses. Acho que você passou o est{gio do ‚e aí?‛ h{

sete meses.‛

Merda. Eu sinto que nada do que eu disser será bom o suficiente, mas eu faço uma

tentativa. ‚Sinto muito.‛

‚Eu também sinto muito.‛ Maggie vira e vai embora, mancando, como um lembrete

gritante daquela noite fatídica, há dois anos. Para uma menina semialeijada, ela se afastou

mancando rapidamente. Eu tive que correr para alcançá-la, porque eu sou tão estúpido e

não posso sair bem o suficiente sozinho.

‚Você está me dizendo que não pensou em nós, enquanto eu estive fora?‛ Pergunto

a ela.

Ela encolhe os ombros. ‚Eu pensei em você. E então pensei sobre como você me

deixou.‛

‚Não era sobre você, Maggie. Você sabe disso.‛

‚Não quero relembrar,‛ ela diz enquanto se aproxima da van. ‚Eu segui em frente.‛

Traduzido por Grupo Shadows Secrets

19

Leaving Paradise 2 – Return to Paradise

Simone Elkeles

Passo na frente dela, parando antes de ela chegar muito perto do restante do grupo.

Eles não precisam saber dos nossos assuntos privados. ‚Você não pode me ignorar para

sempre.‛

Ela sacode a cabeça e me empurra. ‚Não, eu não posso ignorá-lo. Eu não poderia

mesmo se eu quisesse. Mas não tente me fazer falar sobre... nós.‛

Ela sussurra o ‚nós‛ como se fosse um grande segredo e ela não quisesse que

ninguém soubesse que nós tivemos uma relação que ia além de uma simples amizade.

De volta à van, depois do jantar, ela coloca as mãos no colo e olha para a frente

enquanto Damon nos leva para o acampamento. Depois de algum tempo, noto os seus

olhos começando a fechar.

‚Você pode se encostar em mim se quiser dormir,‛ eu ofereço. ‚Prometo que não

vou, tipo, tocar em você ou qualquer coisa.‛

‚Não, obrigado. Eu trouxe um travesseiro de viagem.‛ Ela abre a mochila e tira um

travesseiro inflável verde de avião. Ela sopra ar dentro dele e envolve em torno de seu

pescoço, exatamente como a Maggie que eu costumava conhecer. Emotiva, e

autoconsciente.

Ela adormece quase que instantaneamente, e uma hora mais tarde, todos, exceto

Damon e eu estão dormindo. A menina com os fones está roncando tão alto que eu me

pergunto se Maggie e a menina tatuada terão que conseguir tampões de orelha antes que

esta viagem acabe.

‚Tire uma soneca, Caleb. Nós ainda temos um longo caminho a percorrer,‛ diz

Damon.

‚Eu parei de tirar sonecas quando tinha dois anos,‛ digo a ele, lançando outro olhar

sobre uma adormecida Maggie.

Eu deixo escapar uma respiração frustrada, em seguida, olho para o meu joelho.

Estou balançando-o para cima e para baixo com o ritmo do motor da van. Estou ansioso e

nem sei por quê. Eu gostaria de poder levantar e andar, pondo pra fora esta energia

nervosa, ou correr até o meu corpo gritar para eu parar. Em vez disso, eu fico preso

sentado aqui, pensando.

Quando eu estava no reformatório, eu tive muito tempo para pensar. Pensar muito

e por muito tempo é perigoso para qualquer pessoa com demônios que estão tentando

combater.

Enquanto Maggie dorme, eu a invejo. Estou contente por ela ter seguido em frente,

mas eu não tenho certeza se eu consegui. Saí de Paradise, mas sou o mesmo cara na

mesma situação que eu estava na época.

Traduzido por Grupo Shadows Secrets

20

Leaving Paradise 2 – Return to Paradise

Simone Elkeles

Quando finalmente chegamos ao acampamento, Damon salta para fora da van para

assinar a nossa entrada. Ele volta cinco minutos depois, franzindo a testa. ‚Más notícias,‛

diz ele.

‚Os acampados decidiram que não querem ouvir um monte de histórias tristes?‛ Eu

pergunto.

‚Não. Eles só têm uma cabine desocupada. Isso significa que...‛

‚Garotos e garotas estão dormindo na mesma cabine?‛ A garota tatuada pergunta.

Damon suspira. Ele está obviamente, desconcertado por esse desvio em seu plano.

‚É. Estarei dormindo na cabine ao lado, com os conselheiros. Vou conferir vocês a cada

poucas horas. Todo mundo está bem com isso?‛

‚Hum, não!‛ a outra menina anuncia. ‚Eu não vou me trocar na frente dos caras.‛

‚Há um banheiro feminino a poucos metros de distância da cabine,‛ Damon

informa a ela. ‚Você pode se trocar lá, Trish.‛

‚Se essa é a única opção, então eu vou viver com ela,‛ disse Trish. ‚Mas para que

conste, eu não estou feliz com isso.‛

Todo o resto está ok com os arranjos de dormir inesperado. Maggie parece um

pouco nervosa, agora que Damon tinha estacionado ao lado da cabine super-pequena. Nós

ficaremos empilhados.

Dentro da cabine pouco habitável estão apenas três beliches com lençóis e

travesseiros ao pé de cada colchão, mas não muito mais. Eu trabalhei em um monte de

construções nos verões para o meu tio e tenho quase certeza que este lugar foi construído

com cuspe e cola... e alguns pregos que surgiram para fora anos atrás e ninguém se

preocupou em corrigir.

‚Eu fico com a cama de baixo,‛ Matt diz enquanto ele se estatela para baixo em um

dos colchões finos e afunda quase ao chão. ‚Porra, Damon, isto é áspero ao máximo.‛

‚Eu quero a cama debaixo, também,‛ diz Trish.

‚Eu também,‛ eu digo, então olho enquanto Maggie manca para entrar na cabine.

‚Pensando bem, eu vou tomar a cama de cima. Maggie precisa da cama de baixo por causa

da, uh...‛

‚Perna?‛ Maggie acaba por mim. ‚Você pode dizer isso, Caleb. Não é como se fosse

um segredo. Todos podem ver que eu ando mancando.‛

‚Oh, e quando nós estamos falando sobre imperfeições óbvias,‛ diz Matt, ‚assim

como eu poderia anunciar que eu estou ciente de que eu tenho um toco de um braço. É o

Traduzido por Grupo Shadows Secrets

21

Leaving Paradise 2 – Return to Paradise

Simone Elkeles

óbvio elefante branco na sala, então eu só quero que vocês saibam que está tudo bem em

falar sobre isso ou me perguntar sobre isso.‛

‚Eca,‛ Trish reclama. ‚Você tem que chamá-lo de um toco?‛

‚Você prefere que eu o chame de meu apêndice parcial?‛ Matt pergunta, puxando

para cima sua manga e mostrando o que resta de seu braço esquerdo.

Ela dá um rápido olhar nele. ‚Não.‛

Damon bate as palmas das mãos, chamando a nossa atenção. ‚Ok, todo mundo.

Agora que isso está resolvido, comecem a situar-se e então me encontrem lá fora, em dez

minutos.‛

‚Lá fora?‛ Trish pergunta. ‚Para quê?‛

Esta garota vai estar definitivamente na corrida contra o Lenny para ser a pessoa

mais irritante no nosso grupo. Ela não sorriu e nem disse uma única coisa remotamente

positiva desde que esta viagem começou. Tenho a sensação de que ela está tentando fazer

com que todos tenham um tempo miserável como o dela. Então, novamente, estou com

ela—eu preferia estar em Chicago a aqui.

‚Apenas venham para fora em dez minutos,‛ diz Damon, então abre a porta de tela

e desaparece.

A garota tatuada, cujo nome é Erin, pula na cama de cima acima da cama de

Maggie. Aproveito e pego a cama acima de Matt, sabendo que realmente não importa qual

cama eu escolher porque eu provavelmente não vou adormecer, até que eu esteja tão

exausto que o meu corpo desista.

Depois que nós organizamos nossas coisas, nos alinhamos do lado de fora. Está

começando a ficar escuro e os mosquitos estão definitivamente fora.

Nós nos revezamos pulverizando-nos com repelente enquanto Damon explica

como o evento será. ‚É casual, portanto, sem pressão. Respirem fundo, e saibam que

estamos todos aqui para apoiar uns aos outros. Já que está tarde, nem todos de vocês

falarão hoje à noite, mas tudo bem. Vocês todos terão a chance de compartilhar em algum

momento.‛

Damon nos leva para a floresta. Cerca de vinte jovens estão sentadas ao lado de

uma fogueira em tocos de árvores, esperando por nós. Eles olham para cima quando nos

aproximamos.

A crepitação das árvores me faz pensar de volta ao tempo em que meu pai e eu

costumávamos ir com Brian e seu pai acampar em Wisconsin. A última vez que conversei

com Brian, ele estava saindo com minha ex-namorada Kendra e trabalhando na loja de seu

pai de hardwares.

Traduzido por Grupo Shadows Secrets

22

Leaving Paradise 2 – Return to Paradise

Simone Elkeles

‚Sentem-se,‛ diz Damon ao nosso grupo. ‚Escolham um lugar vazio em qualquer

lugar.‛

Eu me sento ao lado desse cara com um monte de acne, que deve ser um calouro

com hormônios fora de controle. Ele sorri fracamente para mim.

Uma mulher se levanta e diz que os jovens são de escolas de ensino médio da área

de Chicago e são obrigadas a pegar a escola de verão para passar para a próxima série.

Depois que a mulher fala, Damon se levanta. ‚Eu trouxe alguns adolescentes aqui

para contar suas histórias sobre como a condução imprudente tem afetado suas vidas. Sei

que alguns de vocês pensam que são invencíveis, mas pensem mais uma vez. Ouçam-nos.

Ouçam suas histórias. Vocês ficarão mais espertos.‛ Ele se senta.

Silêncio.

O que ele espera que façamos, pular começar a dizer as nossas histórias dramáticas?

Será que ele realmente acha que esses jovens sentados ao redor do fogo vão dar uma

mínima merda? Isso é uma piada.

Alguém tosse.

Alguém espirra.

‚Ei, pessoal. Eu sou Matt.‛ A voz de Matt corta através do silêncio. Ele limpa a

garganta. Alguns garotos olham para cima, mas a maioria está mexendo em suas unhas ou

olhando para o fogo. Alguns estão sussurrando entre si, totalmente desinteressados no

que Matt está prestes a dizer. ‚Eu acho que vou primeiro. Poucos meses atrás, eu estava

voltando para casa de um jogo de futebol da escola. Eu era o representante do time e um

receptor. Nós tínhamos acabado de vencer a nossa equipe rival em seu campo, e eu estava

feliz. O tempo inteiro no ônibus de volta à escola, estávamos brincando. Eu estava me

sentindo bem. Muito bem.‛ Ele olha para cima. ‚Invencível, até.‛

Algumas das crianças ainda estão conversando entre si, não dando a mínima para o

pobre Matt que está derramando o seu coração para eles. Matt não parece perceber que

não estão prestando atenção, ou talvez ele não se importe.

‚Depois que voltamos para a escola e nos amontoamos em nossos carros, eu estava

em um semáforo. Um amigo meu estava ao meu lado. Acelerei meu motor. Ele acelerou o

dele.‛ Ele faz uma pausa. ‚Quando o semáforo ficou verde, pressionei contra o pedal tão

forte que minha cabeça jogou-se para trás. Era uma corrida, especialmente sabendo que eu

estava deixando meu amigo para trás na poeira. Foi quando eu perdi o controle do meu

carro. Eu não lembro muito antes de bater na árvore, e quando eu acordei, descobri que

eles tiveram que amputar meu braço. O metal havia esmagado e mutilado além de

reparo.‛

Traduzido por Grupo Shadows Secrets

23

Leaving Paradise 2 – Return to Paradise

Simone Elkeles

Como se isso não fosse o suficiente, Matt levanta sua camiseta. Agora ele tem a

atenção deles. Alguns garotos arfam, alguns se retraem, e alguns olham. Seu peito ainda

está marcado e ele tem menos de dez centímetros de seu braço esquerdo.

Ele se senta novamente. ‚Eu não estou me sentindo tão invencível agora. Perdi

qualquer chance de uma bolsa de futebol e... e... e...‛ E esfrega seus olhos. ‚E eu nunca vou

ser capaz de pegar uma bola de futebol de novo.‛ Ele olha para cima, sua expressão

desafiadora. ‚Tentem colocar as calças com uma só mão. Apenas por um dia, tentem fazer

essa tarefa simples, com apenas uma mão. Posso dizer a vocês agora, não é nada fácil

quando você tem só um braço. Se vocês querem a pura verdade de Deus, é uma merda. Eu

gostaria de poder voltar no tempo, mas não posso. Eu tomei uma decisão estúpida porque

eu achava que era invencível, e eu vou pagar por isso o resto da minha vida.‛

Ele suspira e abaixa a cabeça.

Bem, isso foi depressivo. Merda. E o tempo todo eu esperava que iríamos assar

marshmallows e fazer s'mores. Que fogueira isto se revelou.

Meu olhar volta-se para Maggie. Nossos olhos se encontram por um momento

intenso, mas ela quebra a conexão rapidamente e centra-se no chão.

Quando ela olha de volta, ela diz através do silêncio tenso: ‚Eu sou Maggie. Quase

dois anos atrás eu fui atingida por um carro...‛

Quando ela se levanta, ela concentra seu olhar acusatório em mim. Será que ela vai

falar que fui eu o condenado por atingi-la? Não fui eu quem fez isso, mas ela não sabe que

eu estou guardando esse segredo. Ou, pior ainda, ela espera que eu me levante e diga que eu

topei com ela enquanto estava dirigindo bêbado? Eu me afogo na mentira. Droga, eu não

posso lidar com isso. Não agora.

Antes de ela dizer outra palavra, eu me levanto e me dirijo de volta à cabine.

‚Caleb, volte aqui,‛ ouço Damon sibilar.

Eu o ignoro e continuo andando.

Traduzido por Grupo Shadows Secrets

24

Leaving Paradise 2 – Return to Paradise

Simone Elkeles

quatro

MAGGIE

Eu pauso enquanto Caleb se retira na escuridão, a luz da fogueira tremeluzindo

contra sua camisa escura. Eu quero que ele escute minha história. O acidente mudou

minha vida para sempre, e se alguém precisa ouvir meu lado dela, é Caleb. Ele tem o

dever de me ouvir. O fato de que ele tenha levantado e ido embora foi como uma tapa na

cara. Isso significa que ele não se importa... a meu respeito, sobre o que aconteceu comigo,

e sobre nosso relacionamento que ele declarava ser real.

Sentimentos de raiva e traição se estabelecem em mim. Respiro fundo e olho ao

redor para os rostos dos adolescentes que me olham, esperando que eu explicasse como a

condução adolescente imprudente afetou minha vida.

‚Eu ainda tenho cicatrizes...‛ digo, minha voz sumindo. Deixo escapar um lento

fôlego enquanto penso na realidade disso. ‚Por dentro e por fora. Um garoto que eu

gostava foi condenado por me atropelar, e ele foi para a prisão por isso. A parte triste é

que o acidente não afetou somente a nós dois, ele afetou também nossas famílias... e

praticamente nossa cidadezinha também. Nenhum de nós foi o mesmo desde então.‛

Uma pequena garota loira com tranças francesas levanta sua fina mão. ‚E quanto ao

garoto?‛ pergunta ela. ‚O que aconteceu com ele?‛

Olho para Damon, recostado em uma árvore no fundo. Ele pensa que Caleb me

atropelou. ‚Não sei. Acho que ele me culpa por ter sido o motivo pelo qual ele foi para a

cadeia.‛

‚Isso é estúpido,‛ a garota murmura.

‚Se você comete um erro, tem que pagar o preço,‛ uma das conselheiras deles diz.

A mulher não tinha nem ideia da verdade... que Caleb não cometeu um erro mas

havia pagado o preço de qualquer maneira.

Trish se levanta em seguida. Ela fala sobre como estava em uma festa de escola, e

alguém na festa colocou cocaína em sua bolsa. Quando ela foi parada por excesso de

velocidade e ultrapassar um sinal vermelho, foi presa. O porte de droga está em seu

registro permanente, e agora toda vez que ela solicita trabalho tem que marcar a opção de

que é uma criminosa condenada.

Traduzido por Grupo Shadows Secrets

25

Leaving Paradise 2 – Return to Paradise

Simone Elkeles

Com as emoções em alta, Damon e o resto dos líderes dizem que é hora de

voltarmos para nossas cabines.

Quando chegamos à cabine, a voz de Damon entra como um furacão. "Ei, Becker!"

ele grita com uma voz profunda que eu juro poderia assustar até a pessoa mais durona.

As meninas estão assustadas e os garotos estão praticamente em posição de sentido.

‚Levante-se, droga!‛

Caleb está em deitado em seu beliche, seus braços descansando atrás da cabeça. Ele

está usando calças folgadas e está sem camisa. Ele senta-se, aparentemente imperturbável.

‚Qual é seu problema?‛

Damon caminha até o beliche. ‚Desce aqui, fodão.‛

‚Bela linguagem, Damon.‛ Caleb desce em um movimento e fica cara a cara com

Damon. Os dois têm cerca da mesma altura, mas Caleb é magro e musculoso comparado à

corpulência de Damon.

‚Sim, bom, digo o que vejo. Desculpe-se com Maggie por ter ido,‛ exige Damon

gesticulando em minha direção. ‚Foi totalmente desrespeitoso e grosseiro.‛

‚Desculpa,‛ resmunga Caleb nada sincero.

Furiosa, eu acotovelo Damon para um lado e fico frente a frente com Caleb. É tão

ruim que sou hiperconsciente das ondulações de seu peito nu a poucos centímetros de

distância.

‚Por que você tá tão empenhado em agir como um idiota?‛

Caleb dá uma breve risada. ‚Porque eu sou um.‛

‚Por que você está fazendo isso?‛