Rozaura, a Enjeitada
"Rozaura, a Enjeitada" (1883) de Bernardo Guimarães, narra as desventuras de Rozaura, que foi exposta à casa de uma ambiciosa proprietária de escravos. A infeliz menina que tinha ascendência mestiça (era neta de uma mulata forra) foi colocada no lugar de uma escrava parda recém-falecida sem que nem mesmo a mãe percebesse. Assim, a enjeitada Rozaura acabou sendo reduzida à condição de escrava. Uma história muito interessante, com o humor típico de Bernardo Guimarães.
Esta é apenas uma pré-visualização em PDF das primeiras páginas do Rozaura, a Enjeitada. Baixe a versão completa para ler o livro completo.
Nota: Você deve ter o Adobe Reader ou o Acrobat Installed para ver esta visualização
Você não tem o Adobe Reader instalado. Para ver esse arquivo, baixe Adobe Reader em <a href="http://get.adobe.com/reader/" target="_blank">aquí</a>. Ou, se quiser baixar o PDF para seu computador, clique <a href="https://portugues.free-ebooks.net/ebook/Rozaura-a-Enjeitada/pdf">aqui</a>.