Uma Bibliografia do Violão Brasileiro (1916-1990) por Paulo Castagna, Werner Schwarz - Versão HTML

ATENÇÃO: Esta é apenas uma visualização em HTML e alguns elementos como links e números de página podem estar incorretos.
Faça o download do livro em PDF, ePub para obter uma versão completa.

UMA BIBLIOGRAFIA DO VIOLÃO BRASILEIRO (1916-1990)

Paulo CASTAGNA e Werner SCHWARZ

CASTAGNA, Paulo & SCHWARZ, Werner. Uma bibliografia do violão brasileiro 1916-1990. Revista Música, São Paulo, v.4, n.2, nov. 1993, p.190-218.

Introdução

O violão, a partir da década de 1920, destacou-se, em todo o mundo, como instrumento de grande penetração social e amplos recursos musicais, recebendo a atenção da maioria dos compositores que atuaram a partir dessa época.

A enorme produção musical para o instrumento e a redescoberta do repertório violonístico anterior ao século XX, motivaram a publicação de livros, artigos, teses, catálogos, bibliografias, discografias e dicionários, com a finalidade de organizar todo esse material, subsidiar as histórias da música para violão e permitir rápido acesso às informações, gravações e partituras desejadas.

A música brasileira para o instrumento, que teve uma rápida evolução em nosso século e uma aceitação internacional sem precedentes, não recebeu a mesma sistemati-zação, estando, ainda, pouco representada em trabalhos dessa natureza.

Este artigo é a primeira tentativa de reunir as publicações feitas entre 1916 e 1990, sobre a música "erudita" e "popular" para violão e instrumentos similares (viola, cavaquinho, guitarra, etc.), violonistas, professores e construtores brasileiros, sem as quais seria impossível iniciar estudos de maiores proporções sobre o assunto. 1916 é, ao mesmo tempo, a data dos textos mais antigos que encontramos e o ano em que o violão começou a ser aceit no país como instrumento solista e de concerto.

As 490 referências bibliográficas que apresentamos foram colecionadas durante 5 anos e encontradas em bibliografias (citadas no ítem III) e/ou nos acervos pesquisados.

No Brasil, o trabalho foi desenvolvido na Biblioteca Nacional (Rio de Janeiro), na Biblioteca Municipal Mário de Andrade (São Paulo), na Biblioteca e Fonoteca da Escola de Comunicações e Artes da USP, na Biblioteca do Instituto de Estudos Brasileiros da USP, na Biblioteca e Discoteca do Centro Cultural São Paulo, no Arquivo do Estado de São Paulo e em bibliotecas particulares. Na Alemanha a pesquisa foi realizada na Bayerischen Staatsbibliothek de Munique e na Universitätsbibliothek de Augsburg.

Nossa bibliografia ainda não é completa, uma vez que não foi possível a con-sulta sistemática de jornais e revistas não repertoriadas nas bibliografias da música brasileira. Incluímos artigos desse tipo de periódico somente quando encontrados em CASTAGNA, Paulo & SCHWARZ, Werner. Uma bibliografia do violão brasileiro 1916-1990

2

hemerotecas ou em acervos particulares, muitos deles, infelizmente, sem a referência bibliográfica correta.

Os autores agradecerão a toda e qualquer colaboração dos leitores, no sentido de enviarem informações que possam completar, corrigir ou acrescentar quaisquer citações bibliográficas deste trabalho.

Seções da bibliografia

1. Revistas nacionais especializadas. Repertoriamos, neste ítem, todas as revistas brasileiras de música para violão encontradas. A maioria delas, no entanto, está voltada à publicação de músicas cifradas para canto e violão. Somente as revistas O

Violão (1928-1929), A Voz do Violão (1931) e Violão e Mestres (1964-1968) são especializadas em artigos sobre a música para o instrumento.

2. Artigos, livros e teses. Incluímos, aqui, somente os trabalhos que destinem a maior parte de seu espaço a assuntos ligados ao violão brasileiro. Por medida de eco-nomia, deixamos de publicar um índice onomástico ou de assunto, mas completamos algumas referências com informações, entre colchetes e em itálico, que facilitem a identificação do tema tratado.

3. Obras de referência. Nesta seção estão indicadas as bibliografias, discografias, catálogos, enciclopédias e dicionários com informações sobre o violão e instrumentos similares no Brasil. Não publicamos a relação detalhada dos verbetes e entra-das que tratam da matéria, mas advertimos que as fontes mais ricas em informações sobre o assunto são o Dicionario de guitarristas , de Domingo Prat e a Enciclopédia da música brasileira. Sobre os instrumentos folclóricos, as fontes mais indicadas são o Dicionário do folclore brasileiro , de Luís da Câmara Cascudo e o Dicionário musical brasileiro , de Mário de Andrade. Três bibliografias foram fundamentais para este trabalho: a Bibliografia de música brasileira (1977), organizada por Antonio Barone e Luís Milanesi, ainda inédita, a Guitar bibliography (1984), de Werner Schwarz, com a colaboração de Monika Maringer e a Bibliografia da música brasileira 1977-1984

(1988), organizada por Irati Antonio, Rita Rodrigues e Heloísa Bauab. Com relação aos catálogos, relacionamos somente aqueles que se referem a editoras ou a violonistas. Deixamos de incluir catálogos de compositores não violonistas, como aqueles publicados entre 1975 e 1980, pelo Depto. de Cooperação Cultural, Científica e Tecnoló-

gica do Ministério das Relações Exteriores e os catálogos preparados entre 1977 e 1981 pela Biblioteca da Escola de Comunicações e Artes da USP, bastante conhecidos e já enumerados nas Bibliografias de 1977 e 1988.

I - Revistas nacionais especializadas em música para violão

CASTAGNA, Paulo & SCHWARZ, Werner. Uma bibliografia do violão brasileiro 1916-1990

3

1 . Coleção internacional: violão e guitarra. São Paulo, publicação mensal da IMPRIMA Comunicação, 1979.

2 . A grande parada: violão e guitarra. São Paulo, publicação bimestral da IMPRIMA Comunicação, 1981.

3 . Internacional: violão e guitarra. São Paulo, publicação da IMPRIMA Comunicação e Editoração Ltda., 1978-1986.

4 . Método violão e guitarra: teoria e repertório. São Paulo, publicação mensal da IMPRIMA Comunicação, 1981.

5 . MPB: violão e guitarra. São Paulo, editada pela IMPRIMA Comunicação Editorial Ltda., 1980-1986.

6 . Seleção de músicas; músicas para violão e guitarra. São Paulo, IMPRIMA, 1982-1984.

7 . Série ouro: suplemento da revista violão e guitarra. São Paulo, 1979.

8 . Sucessos: violão e guitarra. São Paulo, publicação anual da IMPRIMA Comunica-

ção, 1980-1984.

9 . Súper violão e guitarra: músicas cifradas para violão e guitarra. São Paulo, publicação anual da IMPRIMA Comunicação, 1979-1983.

10 . Vamos cantar? Rio de Janeiro, 1951-1966.

11 . O Violão. Rio de Janeiro, direção de B. Dantas de Souza Pombo, 1927-1929.

12 . Violão & guitarra: as melhores músicas do momento para você cantar e tocar. São Paulo, publicação mensal da IMPRIMA, 1975-1986.

13 . Violão e guitarra especial: os poetas. São Paulo, editado pela IMPRIMA Comunicação, 1979-1981.

14 . Violão e Mestres; magazine. São Paulo, Violões Giannini S.A., 1964-1968.

15 . Violão e viola sertaneja. São Paulo, publicação mensal da IMPRIMA Comunicação Editorial Ltda., 1980-1986.

16 . Violão mágico: aprenda a tocar facilmente. São Paulo, publicação mensal da IMPRIMA Comunicação, 1980-1981.

17 . Violão; solo & acompanhamento; método moderno de violão em solo e acompanhamento. São Paulo, IMPRIMA, 1982-1984.

CASTAGNA, Paulo & SCHWARZ, Werner. Uma bibliografia do violão brasileiro 1916-1990

4

18 . Viva cantando: músicas cifradas para violão e guitarra. São Paulo, publicação mensal das IMPRIMA Comunicação, 1931.

19 . A Voz do Violão; revista mensal. Rio de Janeiro, 1931.

II - Artigos, livros e teses sobre o violão e instrumentos similares no Brasil

20 . ABLONIZ, Miguel. More about the Choro. Guitar News, Cheltenham, n.45, p.12, nov./dez. 1958.

21 . ABREU E SOUSA, Candido de. Uma opinião que deve ser conhecida [ Manduca Jacome]. O Violão, Rio de Janeiro, ano 1, n.3, [p.23-25], fev.1929.

22 . AGUIAR, Marcel di. Chico Danta da viola. Folclore, Vitória, n.93, p.15, dez. 1980.

23 . ALDAY, Jim. Del Vecchio's Resonator Guitar. Guitar player, Saratoga, v.20, n.3, p.52-54, 1986.

24 . [ALMEIDA, Ricardo Augusto Porto de]. Os amplificadores brasileiros. In: DENYER, Ralph. Toque; curso completo de violão & guitarra. Rio de Janeiro, Rio Gráfica e Editora Ltda., 1982. p.70-71.

25 . [ALMEIDA, Ricardo Augusto Porto de]. Componentes nacionais. In: DENYER, Ralph. Toque. op.cit., p.140-141.

26 . [ALMEIDA, Ricardo Augusto Porto de]. Os contrabaixos brasileiros. In: DENYER, Ralph. Toque. op.cit., p.148-149.

27 . [ALMEIDA, Ricardo Augusto Porto de]. As guitarras brasileiras. In: DENYER, Ralph. Toque. op.cit., p.92-95.

28 . [ALMEIDA, Ricardo Augusto Porto de]. Os instrumentos brasileiros. In: DENYER, Ralph. Toque. op.cit., p.26-31.

29 . ALMEIDA, Sergio Pinto de. Um violão tocado ao avesso [ Américo Jacomino].

Folha de S. Paulo, Ilustrada, São Paulo, ano 57, n.18.165, p.35, quarta-feira, 27 dez. 1978.

30 . Americo Jacomino. O Estado de S. Paulo, São Paulo, ano 42, n.13.769, p.5, col.

Artes e Artistas, terça-feira, 5 set. 1916.

31 . Americo Jacomino - O trespasse do conhecido violonista brasileiro. Folha da Noite, São Paulo, ano 8, n.2.392, p.5, sábado, 8 set. 1928.

32 . ANDRADE, Julieta. Cocho mato-grossense, um alaúde brasileiro. São Paulo, Escola de Folclore e Editorial Livramento, 1981, 85p.

CASTAGNA, Paulo & SCHWARZ, Werner. Uma bibliografia do violão brasileiro 1916-1990

5

33 . ANDRADE, Julieta. Pesquisa de folclore no Mato Grosso: siriri, cana verde, viola de cocho, cururu. Cultura, Brasília, v.7, n.25, p.88-96, abr./jun. 1977.

34 . ANDRADE, Mário de. Renascimento do violão. Diário Nacional, São Paulo, ano 2, n.603, p.7, quinta-feira, 20 jun. 1929.

35 . Ângela [ Muner]. Violão e Mestres, São Paulo, v.2, n.8, p.11-15, dez. 1985.

36 . ÂNGELO, Assis. Quinteto violado. Folhetim, São Paulo, n.125, p.7, jun. 1979.

37 . ÂNGELO, Assis. Violas e violões. Folhetim, São Paulo, n.128, p.5-7, jul. 1979.

38 . ANIDO, Maria Luiza. Villa-Lobos e o violão. In: BRASIL, Ministério da Educação e Cultura & MUSEU VILLA-LOBOS. Presença de Villa-Lobos. Rio de Janeiro, Ministério da Educação e Cultura, 1969. v.3, p.123-145.

39 . Antonio Rebello. Violão e Mestres, São Paulo, [v.1], n.4, p.12-14, [63], set. 1965.

40 . Antonio Simalha. Violão e Mestres, São Paulo, [v.1], n.5, p.26, jun. 1966.

41 . ANTONIO, Irati & PEREIRA, Regina. Garoto, sinal dos tempos. Rio de Janeiro, FUNARTE, 1982. 100p.(MPB, v.5)

42 . ANTONIO, Irati. A arte do violão brasileiro numa homenagem a Garoto. Folha de São Paulo, Ilustrada, São Paulo, ano 66, n.20.829, p.93, domingo, 13 abr.